Sábado, 28 de Fevereiro de 2009

Notícia enviada por Carlos Fragateiro

"Las Orquestas Infantiles y Juveniles de Venezuela han sido galardonadas este mediodía en Oviedo con el Premio Príncipe de Asturias de las Artes en su edición de 2008. El jurado ha otorgado a las Orquestas este galardón "por haber combinado, en un mismo proyecto, la máxima calidad artística y una profunda convicción ética aplicada a la mejora de la realidad social". El Sistema de Orquestas Juveniles e Infantiles de Venezuela (FESNOJIV), creado hace treinta años por el compositor y economista José Antonio Abreu, es un proyecto destinado a transformar la vida de los menores de ese país mediante su integración en una red de 120 orquestas".

El Pais


"El talento de Gustavo Dudamel fue descubierto y unánimemente alabado por la crítica cuando, en 2004, ganó el primer premio en el Festival Internacional de Directores Gustav Mahler, en Bamberg, Alemania. Hasta entonces, Dudamel había acumulado una carrera musical de 19 años de estudio, de ascenso sostenido, brillante, pero no tan trepidante como el de ahora. Era, desde los 17, el director de la Orquesta Juvenil Simón Bolívar de Venezuela: la punta del iceberg del Sistema Nacional de Orquestas Juveniles e Infantiles de Venezuela, que ha sido conducido en los últimos 33 años por el maestro José Antonio Abreu y al que hoy pertenecen más de 260.000 jóvenes músicos, mayoritariamente de origen humilde. Con la ayuda de Dudamel, el éxito del sistema comienza a ser exportado a los barrios pobres de California." 

Notícia El Pais



publicado por amigosdavenida às 22:47 | link do post | comentar | favorito

"A crise energética de 2008 sensibilizou as pessoas para o uso do Segway, um equipamento eléctrico que «bateu um record de vendas», explicou à Lusa Ricardo Aleixo representante da marca.

 

O segway é um equipamento eléctrico não poluente e com baixo consumo energético, «que permite chegar muito rapidamente onde pretendemos sem qualquer custo de combustível e sem poluição», afirma o representante da marca.

A Urban Mobility, com sede em Aveiro, comercializa equipamentos Segway através de uma rede de «distribuição com oito concessionários locais», disse à Lusa Ricardo Aleixo, representante da Urban Mobility".

notícia IOL



publicado por amigosdavenida às 22:36 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009

Pela segunda semana consecutiva organizam-se, no mesmo dia e à mesma hora, dois eventos culturais relevantes em Aveiro.

Pode haver várias leituras sobre este facto. A primeira, mais generosa, é que a dinâmica cultural em Aveiro é de tal modo intensa que já não é possível encontrar datas alternativas. Uma segunda, é que os promotores não têm uma plataforma de diálogo e por isso sobrepõem os seus eventos.

Qualquer que seja a razão julgo que por ser tão intensa a dinâmica a cidade só ganharia com uma (maior) coordenação na sua programação cultural.

Tendo em conta a multiplicidade de programadores e produtores culturais, a questão que coloca é saber quem deve procurar assumir esse papel de coordenação. 

Também aqui há várias alternativas. Uma delas, e atendendo às suas atribuições no domínio do planeamento da actividade cultural, poderia justificar para a autarquia esse papel de coordenação da programação, mesmo sabendo que uma parte significativa dessa produção não é da sua responsabilidade.

Uma outra alternativa, poderia passar pela criação de uma estrutura de coordenação da programação cultural, que poderia ter uma forma ligeira - tipo Agenda Cultural comum (como já existiu em tempos), ou mais musculada, com a forma de uma"Plataforma para a Programação Cultural", uma estrutura institucional constituída por representantes dos diversos agentes públicos e privados ligados à cultura.

Este "protocolo de entendimento" deveria procurar articular a programação da actividade cultural e, eventualmente, a sua divulgação (tirando partido de projectos interessantes já existentes), com espírito de abertura e articulação às actividades que se realizam em municípios vizinhos (Ilhavo, Estarreja e Agueda). 

Este trabalho conjunto poderia abrir um outro leque de oportunidades, em particular o desenvolvimento de projectos culturais que assumam o desafio da fusão entre várias disciplinas (como defendeu recentemente Carlos Fragateiro, com uma aposta nas valências onde Aveiro tem as suas competências mais relevantes - a música, o teatro, e as tecnologias), organizando eventos que ajudem a projectar no exterior a excelência da produção ao nível das artes e da cultura que por aqui se vai fazendo, ou a dinamização da participação cívica em projectos de cultural como as que os Amigosd'Avenida estão a tentar promover.

Julgo que esta inciativa poderia ser um importante legado destas comemorações dos 250 anos da cidade. Têm a palavra os responsáveis... e os Amigosd'Avenida....

(continua)

José Carlos Mota



publicado por amigosdavenida às 19:30 | link do post | comentar | favorito

 CONVITE

O Director do Instituto dos Museus e da Conservação,
a Directora do Museu de Aveiro e o Cravista Mário Trilha,
convidam V.ª Ex.ª a assistir ao concerto de cravo com obras de Purcell, Handel e Haydn,que terá lugar no Museu de Aveiro, 
no próximo dia 28 de Fevereiro, sábado pelas 17 horas.
250 Anos de Aveiro
 
 
300 Anos do nascimento de Henry Purcell
 
 
250 anos do falecimento de  Georg Handel
 
 
 
200 anos do falecimento de Joseph Haydn
 




http://www.youtube.com/XVIIIMusica


tags:

publicado por amigosdavenida às 19:00 | link do post | comentar | favorito

A Câmara Municipal de Aveiro e Monsenhor João Gonçalves Gaspar, têm a honra de convidar V.ª Ex.ª e família para a cerimónia de lançamento do livro de sua autoria,“AVEIRO, 2009 – RECORDANDO EFEMÉRIDES”, a ter lugar no próximo dia 28 de Fevereiro de 2009, pelas 17.30 horas, no Museu da Cidade de Aveiro, sito na Rua João Mendonça, n.º 9/11.

 

 

A obra será apresentada pelo Dr. Delfim dos Santos Bismarck Álvares Ferreira. 



publicado por amigosdavenida às 18:55 | link do post | comentar | favorito

Enviado por João Silva

Aveiro antigo



publicado por amigosdavenida às 13:55 | link do post | comentar | favorito

Notícia Público

"Têm fama de espaços perigosos e pouco aconselháveis. As entradas são adornadas com louro, as mesas em madeira velha e o ar cheira a morcela frita e a sardinha. Já perderam o fulgor de outros tempos, mas agora a Câmara de Coimbra quer colocá-las nos roteiros turísticos da cidade. A rota das tabernas de Coimbra, que foi ontem apresentada, integra para já 27 estabelecimentos da Alta e da Baixa da cidade e um dos objectivos é sensibilizar e apoiar os proprietários na requalificação destes espaços.
"É importante preservar um património que faz parte de Coimbra. As tabernas têm vindo a desaparecer e por isso é preciso apoiar aquelas que ainda resistem ao aparecimento dos snacks, dos cafés e de pubs", declara o historiador Paulino da Mota Tavares, da Liga dos Amigos das Tabernas Antigas (LATA), que se associou à iniciativa.
A autarquia começou por fazer um levantamento dos espaços ainda existentes na cidade e as condições em que funcionam mas, em breve, o objectivo é criar um roteiro turístico dedicado apenas às tabernas. O município de Coimbra pretende também criar um regulamento onde se definem os requisitos necessários para que um estabelecimento comercial possa ser designado de taberna, para depois reconhecer estes espaços como "património municipal" ou "locais de interesse turístico".
"Queremos fazer um roteiro de comes e bebes como sugestão às pessoas que visitam a cidade", refere Mário Nunes, acrescentando que o roteiro vai incluir referências sobre as características específicas de cada espaço: o Pinto, na Alta de Coimbra, por exemplo, é conhecido pelas bifanas e pelo traçadinho; a Democrática, fundada em 1870, tem um arroz de polvo cuja receita é "secreta"; a taberna do Romal é das poucas que servem papas laverças com sardinha assada.
Só que, para serem classificadas pelo município, muitas destas tabernas terão de ser alvo de obras de requalificação. Já hoje muitas são inspeccionadas pela ASAE por não respeitarem todas as normas legais dos espaços de restauração. É o caso da taberna do Romal, onde foi apresentada a rota das tabernas. O proprietário, Norberto Lucas, conta que para poder continuar aberto teve que investir "quase cinco mil contos" em obras. "A ASAE não me autorizava a servir refeições", refere. 
27 é o número de estabelecimentos que, para já, fazem parte do roteiro turístico das tabernas que a Câmara vai criar em Coimbra" 



publicado por amigosdavenida às 13:27 | link do post | comentar | favorito

 Notícia Público

...

Galeristas estão satisfeitos com as obras, concluídas dez anos depois do projecto inicial, e já pensam na beneficiação do resto 
desta rua do Porto

 

 

A Não é uma grande obra - apenas algumas dezenas de metros de rua. Para quem esperou uma década para ver o projecto ganhar corpo, trata-se, porém, de "uma mais-valia para a cidade e para a qualidade de vida das pessoas". Demorou, mas está feito: uma pequena parte da portuense Rua de Miguel Bombarda, também conhecida como "a rua das galerias de arte", está desde o início da semana entregue aos peões, obedecendo ao desenho traçado há dez anos pelo arquitecto Filipe Oliveira Dias e pelo artista plástico Ângelo de Sousa.
Entregue aos peões? Nem por isso. Ontem, ao início da tarde, já havia turistas desfrutando do sossego que agora impera no troço que vai da Rua da Boa Nova à Rua de Adolfo Casais Monteiro, sentando-se nos novos bancos de granito para repousar as pernas e consultar o mapa da cidade, mas também já lá estavam vários veículos aparcados, ao ponto de a chegada de um carro da Câmara do Porto, com polícias municipais que ali foram fiscalizar uma obra particular, ter entupido completamente a rua, com três viaturas estacionadas a par.
Adiante. Em termos práticos, e para o que interessa, o acesso automóvel da Rua de D. Manuel II à da Boa Nova passou a fazer-se por uma rampa e o novo arranjo curva depois à direita para Miguel Bombarda, embora os automóveis sejam obrigados a seguir em frente. O acesso "para cargas e descargas e acesso a garagens" na rua das galerias passa a efectuar-se pela Rua de Adolfo Casais Monteiro, estando toda a área objecto de intervenção munida de pinos metálicos para dissuadir a paragem de viaturas. Nas duas entradas para a "obra de arte", conforme lhe chama o galerista Fernando Santos, há ainda barreiras retrácteis que permitirão encerrar completamente o acesso ao novo tapete de granito.
A obra permitiu ainda criar uma pequena praça, com uma árvore, no entroncamento de Miguel Bombarda com a Boa Nova, sendo o pavimento decorado com motivos geométricos compostos por quadrados de quatro cores diferentes e rostos em baixo-relevo talhados em blocos de granito. "Acho que ficou bem. No início não achei bem, mas agora gosto. O problema é que estou aqui há quarenta e tal anos e não sei como isto vai ser. As pessoas só vão aonde vai o carro", aprecia Maria Rosa Baldaia, proprietária de uma loja de antiguidades que já ali estava antes de chegarem as galerias, as lojas da moda e toda a fauna fashion e anexa.
Bastante mais optimista está Fernando Santos, o primeiro galerista a instalar-se em Miguel Bombarda e principal dinamizador do projecto de beneficiação da rua. "A obra torna toda esta zona mais apetecível", disse ao PÚBLICO. "A câmara está de parabéns", comentou, acrescentando que falta agora fazer avançar o arranjo ao resto da artéria. 
Apesar da crise, continuam a abrir novas lojas na Rua de Miguel Bombarda e até já se fala num hotel que poderá vir ocupar um terreno devoluto existente no troço agora beneficiado. 



publicado por amigosdavenida às 13:00 | link do post | comentar | favorito

"Aveiro deverá ter em 2011 um hotel de baixo custo, o terceiro da cadeia Star Inn em Portugal. A empresa está a negociar a compra de um terreno na principal avenida da cidade. Haverá quartos a partir de 29,99 euros".

notícia JN



publicado por amigosdavenida às 13:00 | link do post | comentar | favorito

 

Notícia O Aveiro

Objectivo - Grupo apela à capacidade de mobilização dos cidadãos

 
Amigos d’Avenida querem dinamizar a cidade
 

Os munícipes envolvidos no blogue "Amigos d’Avenida" estão a desenvolver o projecto "Aveiro 250 anos, uma ideia para o futuro", cujo objectivo passa por "mobilizar a comunidade aveirense para participar nas comemorações dos 250 anos da cidade".

Nesse sentido, os Amigos d’Avenida divulgaram um conjunto de ideias que funcionarão como mote para "estimular uma aproximação dos cidadãos com a sua cidade, convidando-os a vir para a rua, a conhecê-la e a participar na criação e fruição de um conjunto de micro-actividades de animação cultural e artística em espaço público".

A primeira ideia consiste numa avaliação das características de diferentes espaços públicos da cidade de Aveiro e de outros espaços culturais (cobertos) adjacentes, e das condições que cada um deles dispõe para a realização de eventos culturais e artísticos ao ar livre.

Para o desenvolvimento desta tarefa, os Amigos d’Avenida sugere a participação de pessoas com diferentes saberes e especialidades - urbanismo, arquitectura, sociologia, cenografia, acústica, iluminação, música, teatro, pintura, dança e produção de espectáculos.

A segunda ideia reporta-se à criação de uma bolsa de animadores culturais e artísticos, "pessoas que se disponibilizariam a participar (gratuitamente) nas actividades de animação do espaço público de Aveiro, num circuito cultural que irá ser objecto de reflexão no âmbito da ideia anterior".

Para a concretização da ideia "era fundamental mobilizar os artistas e criativos de Aveiro, em particular os mais jovens e em início de carreira", referem os Amigos, em comunicado.

Outra das ideias pretende encontrar os contadores de histórias (e estórias) deAveiro.

"Existe, decerto, muita gente com interessantes histórias para contar sobre factos e acontecimentos relevantes da história da cidade ou também sobre lendas que se contem sobre Aveiro.Justifica-se que se aproveite este aniversário para procurar desenvolver um esforço de registo (em formato variado - papel, vídeo ou áudio)e/ou de apresentação pública desses testemunhos", propõem. A recolha de fotografias antigas de Aveiro inscreve-se neste desígnio.

ed. 883, 27 de Fevereiro de 2009



publicado por amigosdavenida às 09:00 | link do post | comentar | favorito

“A intenção é boa, mas alguém consegue andar de bicicleta em segurança em Aveiro? Especialmente a população escolar e sénior? Neste caso a infraestrutura é fundamental”.

João Margalha

...

“Receio pelos meus filhos qd. dizem querer circular pela cidade e arredores na bike, pois há muita falta de solidariedade e compreensão por parte dos automobilistas, e ainda existe uma falta de apoios ao n´vel do território e de equipamentos urbanos para que estas deslocações sejam realmente cómodas e sem sobressaltos.

É pena porque este é um dos investimentos fulcrais para uma cidade saudável e com vitalidade comunicacional. Mas temos ainda que fazer muitíssimo...rever os pavimentos, a sinalética, criar percursos com conexão entre si e não com partes interrompidas e sem tratamento das vias, ver se é possível colocar luz a modelar esses percursos para os finais de tarde no inverno... colocar reflectores em curvas e cruzamentos, não sabem que neste país até a taxa de mortalidade referente a peões que passam nas passadeiras e fora destas é atroz??? Usar a bicicleta é crucial mas com uma forte manutenção da cidade e da periferia urbana capaz...é preciso que todos possamos colaborar também, concordo”.

LUZ Nolasco

...

“Efectivamente a adopção e a promoção de novas formas de transportes nas nossas cidades é cada vez mais um desafio que se coloca a todos, quer utilizadores, quer responsáveis.

De facto esta preocupação está bem patente na Resolução da Assembleia da República 3/2009 que apresenta e promove o Plano nacional de promoção da bicicleta e outros modos de transporte suaves.

A Resolução da Assembleia da República 4/2009 Recomenda ao Governo a promoção de redes de modos suaves a integrar nos planos de mobilidade urbana, no âmbito do Decreto -Lei n.º 380/99, de 22 de Setembro, e da Lei de Bases do Sistema de Transportes Terrestres, aprovada pela Lei n.º 10/90, de 17 de Março.
Por certo concordamos todos que muito há a fazer para adoptarmos uma nova cultura de mobilidade urbana, mas este tipo de iniciativas são de facto de elogiar e reforçar como exemplo de boas práticas que se vêm fazendo”.

Inês Marrazes

...

“Fico contente com a intenção (pois tem que começar por algum lado) em relação á segurança é um dado que Aveiro é das menos más, mas como costumo dizer é apenas usar a imaginação para fazer com que os automobilistas menos sensibilizados para as bicicletas sejam previamente "assustados", ou seja aconselho sempre a sair da bicicleta em locais com passadeiras (sim só aqui poderemos ter alguma razão) e previamente insinuar com a roda da frente que vamos abordar a passadeira, com um movimento brusco em vez de passivo(o que geralmente se faz) criando no condutor uma reacção diferente daquela que se faz quando alguém simplesmente fica estático a espera que uma alma caridosa(ou utilizador de bicicleta ao volante se digne a parar).

este procedimento alem de ser seguro, pois o utilizador da bicicleta tem sempre o controle da situação, cria um susto danado a quem vai ao volante. eu sei que a primeira reacção a isto é "este fulano está maluco" mas digo-vos que não pois a experiência diz-me que é o movimento cruzado que mais reacção provoca nos condutores e que provoca uma reflexão mais nítida cada vez que se aproxima de uma passadeira.

este e muitos outros tópicos que ao longo de quase 2 anos de utilização das BUTE pelos universitários deram alguns resultados como este e que brevemente serão publicados.

também já que estamos a falar de bicicletas em Março a IDEIABIBA a partir da sua micro empresa WISE U, dedicada a novos produtos de mobilidade, vai lançar um novo conceito de bicicleta finalmente 100% MADE IN PORTUGAL, 85% reciclavel e de baixo custo. não é um estudo utópico ou apenas mais uma moda é de facto uma realidade.

em relação á Aveiro foi de facto mais uma vez aqui que se concebeu esta nova ideia, pois enquanto vocês andam por ai de bicicleta, nós ficamos a observar e claro tiramos tudo o que nos permita para criarmos novas ideias para melhorar esta cidade...e as outras.............por isso já sabem "nós estamos de olho em vocês".....

já agora deixem-se desses "anti corpos" de é preciso ter uma boa bicicleta....eu passo a vida a montar bicicletas diferentes e originais mas quando tenho que usar apenas preciso de uma que tenha os pneus cheios....como diriam os mais novos....lol... vá lá toca a andar de bicicleta....

JOSÉ NUNO AMARO

...

“É claro que se consegue andar em segurança em Aveiro. Aliás, esse é um dos maiores mitos que existe: a insegurança...
Eu ando de bicicleta diariamente, vou para o trabalho em bicicleta, vou às compras em bicicleta, treino regularmente e só cai uma vez (porque ia depressa demais com chuva...)
Ando pela Avenida (dá para andar pelo meio e no normal, só temos que ter atenção aos carros estacionados) ou por outras vias, circulo com capacete e sem ele, etc, etc...
Sabe quem vejo mais de bicicleta? Duas comunidades - seniores e estudantes - em especial aqueles velhotes que sempre andaram de bike ;) as de uma velocidade.
Convido-o a levantar-se e ir de bicicleta, manhazinha de domingo, por Verba, Requeixo, Sarrazola, Eirol, Carregal, cumprir as pessoas e perguntar quando andam de bicicleta. Veria que o problema da segurança é nosso, de malta de meia idade...”

João Oliveira

...

“Sempre que posso, trago a minha bicicleta para o trabalho, que é no centro da cidade (Praça Marquês de Pombal). Vivo a cinco quilómetros de distância, sem transportes públicos fiáveis, pelo que só me posso dar a estes "luxos" da bicicleta em tempo de férias escolares. De contrário, há que dar boleia aos filhos, vizinhos, etc...

Como a distância ainda é considerável e não há pistas com protecções, trainéis e percursos a pensar em nós, trago o carro até meio, ao local onde guardo a bicicleta, sensivelmente na coroa urbana da cidade (centro de Esgueira).

A partir daí é mais simples, pois arriscamos menos nortada e menos tráfego "estradal".

Só que:

a.. o pavimento das poucas pistas que restam está cheio de ratoeiras, ficando sem saber se não será mais seguro utilizar a faixa de rodagem comum e esperar que os automobilistas estejam atentos
b.. o "mobiliário" que sinalizava as ditas pistas é escasso e banalizado
c.. não existe continuidade entre pistas (as que restam...) devidamente protegida
d.. não são são cumpridas as regras de circulação por parte dos próprios ciclistas (nem vejo qualquer autoridade a dedicar-se a corrigir isso) que, sem noção dos perigos a que se sujeitam e que podem provocar, usam sentidos proibidos, atravessam velozes ruas de forte afluência pedonal, não respeitam semáforos nem passadeiras...
e.. os locais de estacionamento são impensáveis (as barras de suporte dos pneus são mais estreitas que os pneus e torna-se difícil equilibrar as bicicletas... resta amarrá-las a postes de sinalização, bancos, grades indiferenciadas, etc...)
Enfim. Anunciar estas intenções acaba por ter contornos de ingenuidade, pelo menos para "quem está no terreno". Ou a informação técnica que chega aos decisores é inconsistente, ou há calendários eleitorais que pesam excessivamente.

Espero que não gastem dinheiro a publicitar medidas. O que espero é que as medidas sejam concretizadas. A seguir, nós nos encarregaremos de as publicitar... de graça!!!

Ana Paula Martins

...

“Hoje está de facto um bom dia para dar umas pedaladas, o sol brilha como grande inspirador de uma mudança de atitude, surge um acreditar que é desta que se deixa para trás o conceito "que não vai dar" transformado em preconceito e que se vai a pedalar a todo lado e a sitio nenhum.
Quase que parece uma afirmação de liberdade e individualidade, mas estou só a falar de uma atitude pró activa traduzida num facilitador de mobilidade e potencializador de bem-estar físico e mental, a bicicleta!
Sei que cabe a cada um de nós a decisão de pedalar e de fazer pressão sobre os players da mobilidade para que se reúnam as condições para que as nossa pedaladas sejam feitas em segurança e com a frequência e consistência desejadas.
Estas iniciativas servem de "rastilho" para isso mesmo, para vencer a inércia e criar uma capacidade de por em movimento algo que faz todo o sentido.
A algum tempo atrás, numa "aventura" na UA, procurei responder a uma pergunta, vivendo em Aveiro, estando um dia maravilhoso, tendo até uma Bike XPTO, porque é que não a utilizo?
A resposta que encontrei levou-me ao desenvolvimento de um projecto, a firStep, e a uma vontade enorme de o concretizar, pois acredito que cada um de nós o vai validar através da sua atitude, da mudança de comportamentos ou da consolidação dos mesmos, aliando mobilidade, bem estar físico e emocional e promoção da eco-eficiência e sustentabilidade.
Como?
Pondo a tecnologia como indutor de mudança e promotor de proveitos.
Ou seja, o que eu acredito é que cada um de nós tem de sentir e acreditar num proveito, isso sim faz-nos mudar a atitude.
Encontrei respostas para não quero ir trabalhar todo transpirado!, é muito longe!, para lá até se faz e para cá? e o resto da família? não acho nada fashion!, se mais gente fizesse o mesmo! e de verão nas praias, isso é que era fabuloso! na minha empresa ninguém pensa nisto... de facto podia aproveitar a eco-eficiência, "poupo dinheiro, reduzo emissões, ganho bem-estar", e no meu prédio até podíamos fazer alguma coisa! até na escola! mas eu não quero uma "pasteleira"! e quando quiser ir para o monte?
Essas respostas estão na integração tecnológica e na atitude, isto sim é poderoso!
Tudo o resto podemos e devemos construir.
É isso que eu quero e acredito que é isso que nós queremos.
Miguel Condesso

...

“Quando leio estas notícias fico sempre sem saber se ficar satisfeita ou preocupada. 50.000€ é considerável mas gostaria muito de confiar na utilidade do seu uso. Como medida prioritária, não será "meter a bicicleta à frente dos bois"? Já que o utilizador de bicicleta em Aveiro é um verdadeiro corredor de gincanas, entre descontinuidades de traçados, conflitos com peões e automóveis, e acima de tudo um piso completamente impróprio para passeio. Uma emoção, portanto!

Eu, enquanto isto se resolve, só ciclo à noite... muito mais calmo (pelo menos evito algumas incompatibilidades mas não me safo do piso). Curioso e pertinente a atribuição do dito seguro. Mais vale prevenir, não é?!"

Joana Lima


publicado por amigosdavenida às 00:16 | link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009
Notícia Diário Aveiro 26FEV09
http://www.diarioaveiro.pt/main.php?srvacr=pages_13&mode=public&template=frontoffice&layout=layout&id_page=5880
A autarquia aderiu ao projecto europeu Lifecycle. Quer pôr os aveirenses a andar de bicicleta, e já se sabe como. Só não se sabe onde

O município de Aveiro aderiu ao Lifecycle, um projecto europeu de saúde pública que pretende potenciar o uso da bicicleta. O objectivo é, de acordo com Miguel Capão Filipe, "reforçar a alteração dos comportamentos dos cidadãos nas suas opções de mobilidade e a percepção da importância da actividade física".
Trata-se de um projecto liderado pela cidade austríaca de Graz, que tem como parceiras as cidades de Bruxelas, Guilford, Cracóvia, Budapeste, Liubliana, Vaduz, Bremen e Aveiro. Tem um custo total de 1,335 milhões de euros para três anos de implementação e, em Aveiro, serão gastos 50 mil euros, inteiramente financiados pela União Europeia. Dinheiro que será gasto em acções de formação e campanhas de sensibilização para o uso da bicicleta como comportamento saudável e integrado no quotidiano, de acordo com o vereador responsável pelos pelouros da Mobilidade e da Saúde.
Para o primeiro ano, as acções são destinadas a públicos específicos, funcionando como projectos-piloto, devendo depois ser alargadas aos restantes munícipes. Estão previstas iniciativas destinadas ao público escolar, seniores, famílias, trabalhadores e universitários.
Feito o anúncio, mantém-se uma dúvida: o estado das vias e as poucas pistas dedicadas existentes acompanham esta esperada mudança de hábitos e comportamentos? Quanto às vias dedicadas ou à forma como as bicicletas vão interagir com o restante trânsito, no entanto, as explicações são pouco claras. "Há certas vias que são complicadas", admite Arminda Soares, do Gabinete de Mobilidade da autarquia. Quanto ao centro da cidade, a técnica defende que deve "haver harmonia entre os carros e as bicicletas" e acredita que "quanto mais bicicletas andarem, mais seguro se torna".
Miguel Capão Filipe defende que o projecto servirá para "o diagnóstico destas dificuldades e sua correcção", e acredita que "faltava a Aveiro um reforço da utilização individual da bicicleta, uma campanha de reforço educacional".
Para algumas vias está prevista a colocação de "grandes cartazes a alertar os automobilistas para limitar a velocidade e prestar atenção aos ciclistas", adianta Arminda Soares, para quem "a ideia de insegurança é, muitas vezes, mais uma percepção do que uma realidade".


publicado por amigosdavenida às 23:48 | link do post | comentar | favorito

26 de Fevereiro ‘09

 

O Português que se correspondeu com Darwin
Paulo Renato Trincão (Fábrica Centro Ciência Viva/ Universidade de Aveiro)

 

O Legado deixado por Charles Darwin, passados cento e cinquenta anos sobre a publicação do seu livro “Sobre a Origem das Espécies através da Selecção Natural” continua actual. 

No ano da celebração do bicentenário do seu nascimento, coincidente com os 150 anos da publicação do livro que revolucionou a compreensão sobre a nossa própria origem, propomos mais uma conversa enquanto apreciamos uma deliciosa infusão, no salão nobre do Edifício da Fundação João Jacinto de Magalhães, na companhia de Paulo Trincão

Esta é a terceira de uma série de sete conversas sobre assuntos da actualidade científica e tecnológica, que acontecem na última quinta-feira de cada mês .

Fica o convite! Inscreva-se…

 

periodicidade: última quinta-feira de cada mês
data: 26 de Fevereiro 2009
horário: 17 horas
duração média: 1h 
local: Fundação João Jacinto Magalhães, Rua José Rabumba nº 56 - Aveiro
público - alvo: Professores | Educadores
por marcação: máximo 25 participantes
contactos: 234 427 053 ou 
fabrica.cienciaviva@ua.pt
entrada livre



publicado por amigosdavenida às 00:21 | link do post | comentar | favorito

CONCURSO DE FOTOGRAFIA 

"OS JOVENS E A CIDADE"

(FOTO)


Inscrições: até dia 30 de Abril, na Casa Municipal da Juventude de Aveiro, de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h00


Destinatários: Jovens a partir dos 16 anos


Data de realização: 09 de Maio


Horário: das 10h00 às 22h00


Local de Encontro: Casa Municipal da Juventude de Aveiro


Objectivos: Sensibilizar os participantes para questões relacionadas com o quotidiano e realidade(s) da cidade de Aveiro, através da sua percepção, apropriação e interacção com o espaço/meio, num contexto juvenil muito próprio. Simultaneamente, pretende-se contribuir para o desenvolvimento de competências e talentos na arte da fotografia, em torno de concepções originais e criativas.



publicado por amigosdavenida às 00:13 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

notícia Público

Associação pretende organizar um festival de curtas-metragens ainda este ano

O Centro Comercial Oita, em Aveiro, que outrora foi o ponto central de diversão da cidade, guarda lá dentro uma espécie de "Cinema Paraíso". Não é o de Giuseppe Tornatore, mas, num espaço escondido entre lojas já abandonadas, o Oita projecta a sétima arte num ambiente familiar, como só os cineclubes conseguem recriar. O Cineclube de Aveiro é, ele próprio, símbolo de resistência ao tempo. Já esteve numa situação delicada, mas o guião parece guardar-lhe uma reviravolta na história.
Depois de passar por uma situação financeira delicada, o Cineclube de Aveiro volta a estar mais activo e pretende, além de continuar com as sessões cinematográficas, desenvolver projectos educativos nas escolas, chamando os estudantes para projecções especiais no Oita. Pedro Jordão, presidente do cineclube desde 2006, fala também da intenção de, ainda este ano, organizar um festival de curtas-metragens. "Esse projecto seria para arrancar no último trimestre de 2009, mas ainda está a ser desenvolvido e há-de ser anunciado brevemente", afirma. 
Com cerca de 200 sócios, o Cineclube de Aveiro é, actualmente, "o único meio para dar a conhecer um tipo de cinematografia diferente, de um modo sistemático e regular, à cidade", refere Pedro Jordão. É ainda um dos poucos cineclubes no país a disporem de uma sala de projecção própria, onde promove sessões cinco dias por semana, suspendendo essa actividade à terça e à quarta-feira. 
"Procuramos sempre oferecer uma programação diversificada e actual de cinema independente e de autor, mas também mantemos a exibição dos grandes clássicos, que são no fundo lições de cinema e que achamos que devem estar disponíveis à população", acrescenta Pedro Jordão, referindo que formar público é a grande luta do cineclube - "principalmente numa cidade em que o sector cultural é talvez aquele em que se nota um envolvimento menor da população", vinca. 
A associação recebe o apoio financeiro do Instituto do Cinema e do Audiovisual e da Câmara de Aveiro. Pedro Jordão acredita que, em Portugal, sem haver algum tipo de apoio institucional é praticamente impossível manter esses projectos de cinema alternativo, visto que, "no caso dos cineclubes, a preocupação é, em primeiro lugar, a qualidade dos filmes, independentemente da rentabilidade que estes possam gerar". 




publicado por amigosdavenida às 23:23 | link do post | comentar | favorito

 

TA


tags:

publicado por amigosdavenida às 22:34 | link do post | comentar | favorito

 

Performas


tags:

publicado por amigosdavenida às 22:32 | link do post | comentar | favorito

 

Mercado Negro, quinta-feira



publicado por amigosdavenida às 22:28 | link do post | comentar | favorito

BICYCLE FILM FESTIVAL - LISBOA 2009

Mais informações em http://bicyclefilmfestival.com/



publicado por amigosdavenida às 21:26 | link do post | comentar | favorito

vida de cão!


 


tags:

publicado por amigosdavenida às 19:35 | link do post | comentar | favorito

 

A Câmara de Aveiro apresentou hoje o projecto "Lifecycle" para sensibilizar a população a usar a bicicleta no dia-a-dia, no âmbito do Programa Europeu da Saúde (PHEA). 

notícia RR
Aveiro lança "Lifecycle" para sensibilizar população para o uso da bicicleta como rotina. 
notícia 
Público ... Uma excelente iniciativa!  



publicado por amigosdavenida às 19:27 | link do post | comentar | favorito

Modos suaves multados 



publicado por amigosdavenida às 19:25 | link do post | comentar | favorito

 (foto)

"A nova infra-estrutura (Autoestrada, Linha CF,...) não está implantada no melhor local - está na pior localização em que podia ser executada. Desqualifica a paisagem, criando um violentíssimo impacto"

Ricardo Vieira de Melo, Presidente da delegação de Aveiro da Ordem dos Arquitectos, Diário de Aveiro 25FEV09



publicado por amigosdavenida às 18:00 | link do post | comentar | favorito

Adira ao site do FLICKR dos AmigosdAvenida

http://www.flickr.com/photos/amigosdavenida

http://www.flickr.com/photos/_jps/

 

 

No âmbito das comemorações dos 250 anos de Aveiro, os Amigosd'Avenida pretendem desenvolver uma base de dados de fotografias antigas de Aveirodisponível no FLICKR (*), um site de disponibilização pública de fotografias onde, por exemplo, a Gulbenkian tem disponível um importante acervo artístico - Biblioteca de Artehttp://www.flickr.com/people/biblarte/.

Pretende-se que este espaço contenha, para além das fotografias antigas, as memórias que diferentes pessoas possam ter delas. Esta proposta é, assim, um desafio a todos os aveirenses - pais, avós, tios, vizinhos e amigos e um estímulo para, à volta da mesa e a propósito de fotografias antigas, se contarem e registarem histórias (e estórias) sobre Aveiro.

Esta iniciativa pretende complementar outros importantes projectos que instituições e cidadãos de Aveiro desenvolvem há muitos anos (IMAGOTECA da CM Aveiro, "Aveiro e Cultura" de Henrique Oliveira e "Rialidades" de Rui Bela, entre outros) e que justificam a nossa atenção e visita.

Lançamos assim um desafio para nos enviarem por correio electrónico (amigosdavenida@gmail.com) as vossas fotografias com história(s) ou o link de algum site que disponibilize fotografias antigas de Aveiro.

Será dado amplo destaque aos contributos recebidos e serão respeitados todos direitos de autor das fotografias enviadas.

Sites do FLICKR

http://www.flickr.com/photos/_jps/

 

http://www.flickr.com/photos/amigosdavenida 



publicado por amigosdavenida às 14:00 | link do post | comentar | favorito

 

Fotografias com história(s)

Jorge Silva, FLICKR



publicado por amigosdavenida às 13:09 | link do post | comentar | favorito

fonte

A mailing-list dos Amigosd'Avenida já conta com mais de cem participantes. 

Se desejar participar neste grupo de reflexão sobre o futuro da cidade de Aveiro, envie um email para amigosdavenida@gmail.com!




publicado por JCM às 00:35 |
editado por amigosdavenida às 00:45link do post | comentar | favorito

A Oficina de Música de Aveiro promove mais uma 1/2 de música dedicada à guitarra. Desta vez são alunos do prof. Zétó Rodrigues os convidados a animar este evento quinta 26 pelas 18.30 na "Sala das Artes".Entrada livre. www.oficinademusica.com

O Grupo "Fases da Lua" apresenta no próximo sábado 28 pelas 22.30,o seu Tributo Acústico a GNR.Um concerto a não perder no MERCAD NEGRO. 

www.oficinademusica.com


tags:

publicado por amigosdavenida às 00:33 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009

 

Obra de Umberto Boccioni, artista do futurismo

(comemoram-se este ano 100 anos da publicação do Manifesto Futurista)

 



publicado por amigosdavenida às 23:21 | link do post | comentar | favorito

"O pessimismo da tese da luta das civilizações, que tenta ser inspiradora de uma defesa da frágil organização mundial em vigor, não encontra resposta satisfatória neste utopismo que espera uma iluminação criativa de uma nova democracia, nascida das carências absolutas, e desesperos. O que a experiência documenta é que se o reformismo, com autenticidade e poder legitimamente conferido, não assume a mudança, a violência escreve a narrativa da passagem para uma nova ordem. Pelas cidades europeias vão explodindo anúncios de que o tempo avisa no sentido de os poderes vigentes assumirem a urgência de reformularem procedimentos, objectivos, e éticas de comportamentos".

Adriano Moreira, Diário de Notícias 24FEV09


tags:

publicado por amigosdavenida às 23:19 | link do post | comentar | favorito

Contributo #1 

Vasco Branco - fotos de Carlos Duarte
Para que Aveiro o não esqueça!

Carlos Duarte

 

...



publicado por amigosdavenida às 22:13 | link do post | comentar | favorito



publicado por amigosdavenida às 22:09 | link do post | comentar | favorito

 

São Gonçalo, Armanda Passos

Galeria Sacramento



publicado por amigosdavenida às 00:04 | link do post | comentar | favorito

Contributo enviado por Paulo Batista

Nas linhas seguintes, tento apresentar dois elementos: uma análise dos pontos cruciais do território e uma "ideia" de actuação.

PONTOS CRUCIAIS
1. O território que hoje se assume como o "centro" da cidade de Aveiro é - naturalmente - um território polinucleado (à escala micro), apresentando cada um dos seus núcleos elementos sociológicos e funcionais próprios. Destes, distinguem-se três:

A. O núcleo clássico (do "poder", da actividade cultural erudita, do património construído), esvaziado enquanto ponto de fixação dos habitantes é, cada vez mais, um "fluxo de passagem" - um nó de amarração de diferentes "sectores" sociais e unidades territoriais.
Apresenta uma "aura" envelhecida, embora de um passado, talvez, "reluzente" - denota-se a degradação de espaços, em tempos, centrais na vida da cidade: o teatro, o clube recreio artístico.
Contudo, a natureza do seu espaço é pontilhada pelas pequenas praças, pelas condições físicas ideais ao "acontecimento", à "contemplação": a natureza das suas ruas e do seu património é "uma descoberta constante".
Estende-se ao Alboi - um antigo bairro dos "estrangeirados".
B. O núcleo comercial (do "business", do comércio e dos serviços), assume-se como a sala de visitas da cidade. Para quem vem e fica. Para quem vem e apenas "passa". A Avenida Lourenço Peixinho é diversificada na sua funcionalidade e muito heterogenea nas pessoas que a "compõe": turistas, habitantes, trabalhadores, estudantes, passageiros, ...
Um sem numero de instituições e associações e organizações(...) encontram-se aqui instaladas e desenvolvem as suas actividades.
C. O núcleo popular (pop), no Bairro da Beira - Mar apresenta a tipicidade da cidade - o elemento que mais identifica Aveiro: a ligação à ria, ás suas actividades socio económicas. Seja, em termos turisticos, seja pelas actividades dos seus habitantes, seja pela animação nocturna - popular, "de massas", jovem, irreverente.

2. Cada uma destas unidades estabelece-se na cidade de forma muito autónoma contribuindo para a ausência e/ou dispersão de actividades integradoras;
3. Como se pode analisar no mapa em anexo, a confluência destes fluxos encontra-se num ponto - "os Arcos/Ponte Praça".
4. As organizações  culturais e recreativas apesar de apresentarem uma distribuição muito próxima da nucleação atrás descrita, apresentam uma maior densificação na proximidade dos "Arcos".
5. Aparentemente as actividades destas organizações não se encontram enquadradas e integradas em qualquer dinâmica relevante e transversal - sendo as iniciativas, maioritariamente individuais [existem experiências de concertação?] e, muitas vezes, pouco participadas (veja-se as dificuldades do Cine Clube e do Recreio Artístico...);

IDEIAS
I. Desenvolver uma "plataforma de entendimento e concertação institucional" … uma ponte que estabeleça a ligação do cidadão … à instituição municipal, passando, de forma essencial, por colocar todas as associações e organizações com forte impacto sócio-cultural neste território à mesma mesa, a "falar" a mesma língua.
A estrutura desta plataforma poderá apenas cingir-se a contactar, organizar e compilar informação estratégica.
II. Coordenar a recolha e produção de material sobre os espaços públicos culturais em análise.
III. Por fim, a coordenação de "eventos", que pode cingir-se a algo tão simples como criar uma "agenda" (compilando as diferentes iniciativas das diferentes entidades), o marketing e divulgação integrada dessas iniciativas (por exemplo, como "pacote", como "circuito" - o que exige, por exemplo, horários compatíveis).



publicado por amigosdavenida às 00:00 | link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

"O Prémio Garfo Literário foi criado com o objectivo de realçar este profundo sentimento criativo, ligando com a mesma intensidade aos valores das letras os sentidos das palavras, unindo em uníssono a construção harmoniosa dos aromas e os sabores da gastronomia".

Gil Gilardino, Gosto e Aromas

(iniciativa a decorrer no Glicínias)



publicado por amigosdavenida às 23:00 | link do post | comentar | favorito

No âmbito das comemorações dos 250 anos de Aveiro, os Amigosd'Avenida pretendem desenvolver uma base de dados de fotografias antigas de Aveiro disponível no FLICKR (http://www.flickr.com/photos/amigosdavenida), um site de disponibilização pública de fotografias onde, por exemplo, a Gulbenkian tem disponível um importante acervo artístico - Biblioteca de Arte http://www.flickr.com/people/biblarte/.

Pretende-se que este espaço contenha, para além das fotografias antigas, as memórias que diferentes pessoas possam ter delas. Esta proposta é, assim, um desafio a todos os aveirenses - pais, avós, tios, vizinhos e amigos e um estímulo para, à volta da mesa e a propósito de fotografias antigas, se contarem e registarem histórias (e estórias) sobre Aveiro.

Esta iniciativa pretende complementar outros importantes projectos que instituições e cidadãos de Aveiro desenvolvem há muitos anos (IMAGOTECA da CM Aveiro, "Aveiro e Cultura" de Henrique Oliveira e "Rialidades" de Rui Bela, entre outros) e que justificam a nossa atenção e visita.

Lançamos assim um desafio para nos enviarem por correio electrónico (amigosdavenida@gmail.com) as vossas fotografias com história(s).

Será dado amplo destaque aos contributos recebidos e serão respeitados todos direitos de autor das fotografias enviadas.



publicado por amigosdavenida às 00:05 | link do post | comentar | favorito

Domingo, 22 de Fevereiro de 2009

 "Nos próximos cinco anos, vão ser gastos cerca de 97 milhões de euros na requalificação da zona da Ria de Aveiro. A apresentação das linhas mestras do projecto realizou-se ontem, em Ovar, e contou com a presença de José Sócrates".

Notícia JN



publicado por amigosdavenida às 22:26 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

"A MainSide, o grupo imobiliário que detém os 23 mil metros quadrados do complexo industrial onde funciona hoje a LX Factory, enquanto espera pelo Plano de Urbanização de Alcântara, decidiu rentabilizar activos, contribuir para a dinâmica cultural da cidade e prestigiar a zona onde no futuro espera construir e comercializar a bons preços apartamentos para habitação.

O facto de se tratarem de grandes edifícios industriais que não podem (ainda?) ser alvo de intervenções de monta, acabou por direccionar definitivamente o projecto para as áreas criativas.

Arrendando temporariamente (os contratos são de 5 anos mas podem ser denunciados antes caso o Plano avance) a bons preços, a LX Factory instala agora cerca de 50 empresas da área da publicidade, cinema, moda, design, audiovisuais, bem como ateliers de artistas.

O potencial de sinergias criadas é óbvio para todos os que trabalham no sector. É o grande trunfo da LX Factory. Foi assim lançado um ciclo virtuoso e apareceu um cluster criativo, perfeitamente integrado no tecido urbano, capaz de revitalizar toda a área envolvente e contribuir para a dinamização social, cultural e económica da cidade".

artigo de Bernardino Aranda

 



publicado por amigosdavenida às 22:05 | link do post | comentar | favorito

notícia Público

"Os apreciadores de um bom passeio de bicicleta podem estar descansados. Em Portugal, apesar das perturbadoras notícias vindas de Paris, onde todo o sistema público de aluguer de bicicletas está a ser reequacionado devido aos abusos e vandalismo, não há motivo para alarmes. Por cá, as coisas têm corrido bem e ninguém pensa em fazer marcha-atrás".



publicado por amigosdavenida às 22:01 | link do post | comentar | favorito

Sábado, 21 de Fevereiro de 2009

360º de "Liberdade"



publicado por amigosdavenida às 00:05 | link do post | comentar | favorito

 (foto)

Os Amigosd’Avenida acordaram com a Câmara Municipal de Aveiro a organização de um programa de animação cultural da Praça da Liberdade (ou Joaquim de Melo Freitas, aos Arcos) do início da Primavera (21 Março) ao fim do Verão (21 Setembro), aos sábados à tarde (das 15 às 17h). 

Esta iniciativa insere-se no âmbito das comemorações dos 250 anos de Aveiro, e dentro do espírito que os Amigosd’Avenida têm vindo a promover, de estimular a aproximação dos cidadãos com a sua cidade, convidando-os a vir para a rua, a conhecê-la e a participar na criação e fruição de um conjunto de actividades de animação cultural e artística em espaço público.

O programa está em fase de concepção e poderá conter actividades muito variadas, desde concertos de música, teatro de rua, dança, declamação, artes plásticas, arte efémera, eno-gastronomia e doçaria. Prevê-se ainda a possibilidade de criar um cenário (no espaço da antiga Sapataria Loureiro) que possibilite a projecção de fotografias antigas e filmes alusivos ao tema da cidade e das comemorações.

Para promover e dinamizar este programa colaborativo de animação urbana, serão convidados todos os agentes culturais e sociais da cidade de Aveiro e de cidades vizinhas e amigas. Pretende-se privilegiar uma grande diversidade de intervenções, com preocupação especial para o carácter criativo e inovador das actuações.

Se tiver interessado em participar no desenvolvimento desta iniciativa, envie-nos um email para amigosdavenida@gmail.com com a indicação do período que mais lhe convém (entre 21 Março e 21 Setembro).



publicado por amigosdavenida às 00:01 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2009

"No próximo domingo, dia 22 de Fevereiro de 2009, entre as 14h30m e as 17h30m, irá realizar-se um Baile de Carnaval, destinado especialmente aos mais novos , numa iniciativa da responsabilidade de um grupo de bares da Praça do Peixe, promovida pela Câmara Municipal de Aveiro, Junta de Freguesia da Vera Cruz e Região de Turismo do Centro.    

O Baile irá ter lugar numa tenda gigante, aquecida e com outras condições de bem-estar para acolher as Crianças e demais participantes, no Rossio, em Aveiro.

O Centro Social Paroquial da Vera Cruz colabora neste grande evento promovendo a sua publicitação. Todos os interessados estão convidados a juntar-se a esta festa, numa tarde animada, com folia e alegria, onde não faltarão animadores, pinturas faciais, e outras surpresas.   

Se Carnaval é sinonimo de Festa, as Crianças são quem melhor sabe fazer a Festa... não faltem!! 

Agradecemos a melhor divulgação deste evento, juntando para o efeito o respectivo cartaz,  apelando à participação de todos. 

Informa-se ainda dos Festejos Carnavalescos que irão ocorrer no Sábado, dia 21 de Fevereiro de 2009, que este ano conta com  a participação das IPSS de Aveiro e é promovido pela Câmara Municipal de Aveiro, convidando-se toda a população a assistir e a participar.

Sob a égide das Comemorações dos 250 Anos da Elevação de Aveiro a Cidade e dos 1050 Anos da primeira referência escrita a Aveiro, foi lançado o repto às IPSS para que se juntassem num grandioso Desfile de Carnaval, tendo para o efeito encontro marcado a partir das 14:00 horas, hora a partir da qual irão percorrer algumas artérias da cidade, animando-as com as fantasias alusivas às comemorações, ou com as que a imaginação e o engenho e arte ditar, e muita musica, grupos de cantares e dançares….

O Desfile irá terminar no Rossio, a partir dai estão todos convidados para participar no Baile de Carnaval promovido pelo Centro Social Paroquial da Vera Cruz - CSPVC, que este ano, já na sua 5ª edição, voltará para agraciar a comunidade, os Utentes e seus Familiares com “Baile de Fantasias e Folia e Iguarias”. Inserindo-se este também nos eventos que constam no Plano de Actividades, lúdico-educativas e culturais do CSPVC, de envolvimento de todas as pessoas da comunidade na prossecução dos objectivos de desenvolvimento social. Este Baile do CSPVC, do dia 21 de Fevereiro, que sucede ao Desfile das IPSS, irá também ter lugar na tenda que estará no Rossio para os Festejos de Carnaval que estão programados para a Cidade".

 



publicado por amigosdavenida às 13:52 | link do post | comentar | favorito

"As instituições de ensino superior também têm uma parte da responsabilidade pela crise financeira por não terem preparado os seus aluno para as questões éticas".

"As instituições têm que assumir a sua quota parte de ensinamento pela vivência de valores que devem reger uma sociedade de bem"

Helena Nazaré, Reitora da Universidade de Aveiro



publicado por amigosdavenida às 13:51 | link do post | comentar | favorito

 

"O Governo deu o aval ambiental à futura ligação rodoviária Aveiro-Águeda e, pelo caminho, atendeu às reclamações da Câmara de Aveiro e da Junta de Freguesia de Santa Joana no que toca ao início do traçado" O Aveiro



publicado por amigosdavenida às 13:28 | link do post | comentar | favorito

"A acção de formação “Aveiro: Os Meandros do Património”, destinada a técnicos de museus, arquivos e bibliotecas, encontra-se a decorrer até ao próximo dia 14, das 9.30 às 17.30 horas, no Museu da Cidade. 

Nesta formação, são abordados diversos casos de estudo pelos técnicos das diferentes instituições.

 Dia 28, Hilário Lopes explicará o funcionamento do Arquivo Histórico da RTP, Maria de Lurdes Baptista elucidará sobre o Arquivo Fotográfico de Lisboa, e Inês Amorim, Manuel Couto, Jorge Macieirinha e Nuno Costa falarão sobre o Arquivo do Porto de Aveiro.
No próximo mês, a acção começa no dia 7, com abordagens sobre o Arquivo Digital da Assembleia da República, por Pedro Almeida, do Museu Grão Vasco, por Agostinho Ribeiro, e da Cinemateca Portuguesa/Museu do Cinema, por Tiago Baptista. Por fim, a 14 de Março, Ana Bela Dias falará sobre a Biblioteca da Universidade de Aveiro, Liliana Cascais e Teresa Azevedo do Arquivo da Santa Casa da Misericórdia e Carlos Nascimento do Arquivo Histórico Municipal de Aveiro. 
Os principais objectivos desta iniciativa passam por dar a conhecer o valor patrimonial de fontes documentais, a sua identificação, os locais onde se encontram, a interpretação do seu conteúdo e quais os procedimentos para lhes aceder". 

...

Uma iniciativa muito interessante e um contributo para ajudar a organizar o nosso património documental...



publicado por amigosdavenida às 13:16 | link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

CO2

 


tags:

publicado por amigosdavenida às 13:01 | link do post | comentar | favorito

Notícia Público

"A A companhia catalã La Fura dels Baus será uma das consultoras do Centro de Criação para o Teatro e as Artes de Rua, estrutura única no país no género que vai nascer em Santa Maria da Feira. Jürgen Müller, um dos directores artísticos do grupo espanhol, coordenará uma residência de criação com cerca de 20 jovens dos 15 aos 18 anos, de três escolas da Feira, baseada no Memorial do Convento de Saramago e concebida para o espaço da biblioteca municipal. 

Müller chega à Feira a 7 de Março e o espectáculo deverá ser apresentado no final desse mês. Trata-se de um work in progress, que será retomado em Outubro, centrado nas novas formas de comunicação. Este "diálogo" com La Fura desl Baus integra ainda a apresentação do espectáculo Imperium, um dos últimos da companhia, na próxima edição do Imaginarius - Festival Internacional de Teatro de Rua da Feira, que se realiza de 28 a 31 de Maio.
Oliviero Toscani, mentor e fotógrafo da emblemática campanha da Benetton, Ernõ Rubik, o húngaro que inventou o cubo mágico, e Eugenio Barba, fundador do Odin Teatret da Dinamarca, serão outros consultores do centro artístico. A lista de parceiros, que ainda não está fechada, inclui ainda a Faculdade de Belas-Artes do Porto, o Teatro do Bolhão e o Instituto de Antropologia da Universidade de Roma. 
Apesar de o centro de criação ainda não existir como estrutura física, o trabalho já começou. Recentemente, foi aberto o concurso de concepção do equipamento pela Câmara da Feira e o projecto será objecto de uma candidatura ao Quadro de Referência Estratégico Nacional, num investimento na ordem dos cinco milhões de euros .
"O centro de criação pretende preencher um vazio que existe em Portugal em relação às formas de expressão artística que incidem no espaço público. Falta uma estratégia nesta área, que tem potencialidade de oferta e de procura. Pretende-se também dar um contributo importante no debate, a nível europeu, sobre o papel das artes de rua na sociedade de hoje", adianta Renzo Barsotti, director artístico do Imaginarius. 
O espaço deve, por outro lado, funcionar como um "centro de incubação da criatividade da Região Norte, criando condições para que pessoas criativas possam desenvolver os seus projectos", acrescenta o director do Imaginarius. Assume-se, por isso, como um pilar do cluster das indústrias criativas da região, assente na criação e difusão de projectos e que quer encontrar um equilíbrio entre a oferta e a procura. A difusão dos trabalhos está, aliás, assegurada. "Os espectáculos, as obras de arte, os projectos vão ter imediato acesso à difusão através do Imaginarius, um dos clientes do centro juntamente com outros festivais nacionais e internacionais", garante Barsotti. "Neste momento, existe uma grande diferença entre o número de pessoas formadas em actividades criativas e os negócios criados", observa. A aposta económica nos jovens artistas é uma componente do projecto, através da promoção do acesso ao microcrédito". 


tags: , ,

publicado por amigosdavenida às 09:00 | link do post | comentar | favorito

Notícia Ciência Hoje

"Segundo o estudo automóvel do Observador Cetelem, os portugueses são os que possuem uma maior consciência ambiental, o que é revelado através de dados que indicam que 12 por cento dos portugueses se sente plenamente responsável pela poluição provocada pelo seu automóvel".

 



publicado por amigosdavenida às 09:00 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009

O serviço de notícias de ambiente da Comissão Europeia lançou este mês um número especial, dedicado ao tema do ambiente urbano. Logo no editorial, “Um ambiente urbano saudável”, é referido o facto de metade da população morar nas cidades, projectando-se que em 2050 este valor seja de 70% (86% nas regiões desenvolvidas e 67% nas regiões menos desenvolvidas), segundo dados da ONU. A presente e crescente pressão sobre as cidades terão de ser geridas para de forma a tornar sustentável a vida urbana. Nesse sentido, são abordadas 6 áreas prioritárias de investigação, essenciais à política de gestão urbana: Transportes e Planeamento Urbano (numa perspectiva de mobilidade); Poluição atmosférica; Resíduos Urbanos; Indústria; Ruído; e Parques Verdes.



publicado por macedodesousa às 14:29 | link do post | comentar | favorito

Os Amigosd'Avenida pretendem criar uma base de dados pública de fotografias antigas de Aveiro no FLICKR.

Esta iniciativa pretende complementar outros importantes projectos que instituições e cidadãos de Aveiro desenvolvem há muitos anos (IMAGOTECA da CM Aveiro, "Aveiro e Cultura" de Henrique Oliveira e "Rialidades" de Rui Bela, entre outros) e que justificam a nossa atenção e visita.

Pretende-se que este espaço sedeado no FLICKR (onde, por exemplo, a Gulbenkian tem disponível uma Biblioteca de Arte - http://www.flickr.com/people/biblarte/) contenha, para além das fotografias antigas, as memórias que diferentes pessoas possam ter delas.

Esta proposta é, assim, um desafio a todos os aveirenses - pais, avós, tios, vizinhos e amigos e um estímulo para, à volta da mesa e a propósito de fotografias antigas, se contarem histórias (e estórias) sobre Aveiro.

Lançamos assim um desafio para nos enviarem (amigosdavenida@gmail.com) as vossas fotografias com história(s).

Para mais informações: http://amigosdavenida.blogs.sapo.pt/

Site FLICKR: http://www.flickr.com/photos/amigosdavenida

Email: amigosdavenida@gmail.com

250 anos de Aveiro, uma ideia para o futuro 



publicado por amigosdavenida às 09:00 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2009

IMAGE CREDIT: SEAN MCCABE

"The crash of 2008 continues to reverberate loudly nationwide—destroying jobs, bankrupting businesses, and displacing homeowners. But already, it has damaged some places much more severely than others. On the other side of the crisis, America’s economic landscape will look very different than it does today. What fate will the coming years hold for New York, Charlotte, Detroit, Las Vegas? Will the suburbs be ineffably changed? Which cities and regions can come back strong? And which will never come back at all?"

by Richard Florida

(artigo pode ser lido aqui)

 



publicado por amigosdavenida às 19:00 | link do post | comentar | favorito

SOBRE CIDADES, CIDADANIA, O FUTURO E AVEIRO. UM BLOGUE EDITADO POR JOSÉ CARLOS MOTA
VISITAS
GRUPO FB 'PENSAR O FUTURO - AVEIRO 2020'
2013-01-04_2204.png
ADESÃO À MAILING-LIST 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'

GRUPO 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'
AUTOR
E-mail Gmail
Facebook1
Facebook2
Twitter
Linkedin
Google +
QUORA
JCM Works
Slideshare1
Slideshare2
Academia.Edu
FOLLOW
G. Analytics
links
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
MAPA
Facebook
Partilhar
arquivos

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008