Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011

http://www.cetateatro.pt/

 

 


tags: ,

publicado por JCM às 18:21 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 29 de Novembro de 2011

 

Boa noite

Na mailing-list dos Amigosd'Avenida estamos a discutir a mobilização dos cidadãos na realização de iniciativas de reflexão/acção em prol da nossa cidade.

A ideia foi lançada recentemente por um dos membros da lista, Bruno Almeida, inspirado no conceito das ‘Limpezas Performativas’ que os moradores do bairro da Mouraria desenvolvem e que os leva a juntar-se regularmente (uma vez por mês) para produzir pequenas benfeitorias (por ex: micro-iniciativas de limpeza) nas ruas do bairro, para conversar sobre os seus problemas e discutir ideias para o futuro (http://www.c-e-m.org/?p=1045 & http://www.renovaramouraria.pt/).

Bruno Almeida sugeriu que as ‘micro-acções’ poderiam começar, num primeiro momento, pela realização de tarefas simples (por ex: limpezas de cartazes que poluem a paisagem visual de muitas zonas da cidade) e alertou para a relevância dessa iniciativa no seu próprio bairro, próximo da Universidade, disponibilizando-se para organizar uma acção concreta (e vários outros cidadãos manifestaram vontade em associar-se à iniciativa).

Na linha dessas ‘micro-iniciativas’, foi sugerido por outros participantes que para além da mobilização em torno das pequenas benfeitorias se poderia estimular os cidadãos para reflectir sobre as questões críticas dos principais bairros da cidade (na linha da experiência da Mouraria) e sobre eventuais iniciativas de ‘baixo-custo’ e ‘alto impacto’ aproveitando os vastos recursos e experiências que a cidade dispõe (algumas sugestões foram apresentadas recentemente aqui http://amigosdavenida.blogs.sapo.pt/693489.html; slide 22 a 43).

Mais recentemente, foi proposto que se mobilizasse a energia cívica, intelectual, produtiva e empreendedora dos cidadãos para fazer algo de útil por um dos espaços nucleares e simbólicos da cidade e mais carentes de intervenção, a ‘Avenida’, sistematizando um conjunto ideias de micro-iniciativas e, eventualmente, ensaiando o desenvolvimento de alguma delas.

Nesta linha, foi recomendado que seria pertinente convidar a autarquia a partilhar com os cidadãos o resultado das reflexões mais recentes sobre o projecto da Avenida, em particular os da iniciativa que organizou recentemente sobre o ‘espaço público da Avenida’ (http://www.cm-aveiro.pt/www/cache/imagens/XPQ5FaAXX28240aGdb9zMjjeZKU.pdf), um evento particularmente bem conseguido e organizado, muito participado, onde surgiram ideias relevantes e úteis (na linha do desafio que a lista está a discutir) cujo conteúdo deveria ser conhecido, discutido e capitalizado, em tempo útil, em prol da Avenida e da Cidade. 

Se desejar acompanhar esta reflexão convidamo-lo a inscrever-se na mailing-list (https://groups.google.com/group/amigosdavenida).

Cumprimentos

Amigosd'Avenida

http://amigosdavenida.blogs.sapo.pt/



publicado por JCM às 23:29 | link do post | comentar | favorito

‎'João Correia, natural da povoação da Abrunheira, freguesia de S. Martinho da Cortiça, concelho de Arganil, estudante de mestrado da Universidade de Aveiro, estando a finalizar o Mestrado em Comunicação Multimédia (Ramo Audiovisual Digital), encontra-se de momento a planear a realização de um documentário sobre as Aldeias do Xisto em Portugal.
Tendo já começado a campanha de propaganda online (viahttp://www.facebook.com/noxisto e em http://www.joaopedrocorreia.com/blog) sobre o documentário, arrancou há quatro dias com o projecto de Crowdfunding que pretende angariar 1560€ para aquisição de equipamento (http://ppl.com.pt/investment/x-to-o-document-1037)'. 
Se puder apoie o projecto!

JCM



publicado por JCM às 18:47 | link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 28 de Novembro de 2011
Chamo a atenção para o evento de apresentação da 'Estratégia Europa 2020' que irá ocorrer amanhã ao fim da tarde (18h00) no Complexo Pedagógico, Científico e Tecnológico da Universidade de Aveiro (http://uaonline.ua.pt/detail.asp?c=22449&lg=pt), uma iniciativa promovida pelo Centro de Informação Europeia Jacques Delors e pelo Centro e-Learning da TecMinho com o apoio da  UA.
Recordo que esta Nova Agenda Europeia (http://ec.europa.eu/europe2020/index_pt.htm) está a ser amplamente debatida na maior parte dos países, regiões e cidades europeias (http://ec.europa.eu/regional_policy/conferences/od2011/index.cfm) e irá ser determinante para a atribuição de apoios financeiros europeus para o período 2013-2020. 
Seria importante que aproveitássemos a oportunidade para colocar este tema no centro do debate local, para perceber de forma é que os recursos e dinâmicas de que a cidade dispõe nos mais variados domínios (*) podem ser mobilizados e alinhados com os grandes temas desta agenda europeia para o crescimento. 
JCM
(*)  http://amigosdavenida.blogs.sapo.pt/693489.html


publicado por JCM às 13:30 | link do post | comentar | favorito

Grupos facebook de/sobre Aveiro

Futuro da Avenida Lourenço Peixinho - https://www.facebook.com/groups/avenidapeixinho/

Massa Crítica Aveiro - https://www.facebook.com/groups/126795937351377/

Cagaréus - https://www.facebook.com/groups/zeantoniosimoes/

Associação Associação A(C)TUA AVEIRO - https://www.facebook.com/groups/231930550176316/

Ideias para melhorar Aveiro - https://www.facebook.com/groups/ideiaslowcostcidades/

Rialidades - https://www.facebook.com/groups/170364676347261/

Assembleia.Aveiro - https://www.facebook.com/groups/189858777733637/?ref=ts 

Amigos da Ria - https://www.facebook.com/groups/amiria/

Rialidades - https://www.facebook.com/groups/170364676347261/

Riactiva - https://www.facebook.com/groups/207690869133/?ref=ts

Velejadores da Ria - https://www.facebook.com/groups/135343543197889/

 

 

Conhece outros?

Envie-nos notícia [amigosdavenida@gmail.com]

 



publicado por JCM às 13:30 | link do post | comentar | favorito

Domingo, 27 de Novembro de 2011

'A Câmara Municipal de Lisboa (CML) vai utilizar a nova plataforma da startup Inocrowd para lançar uma rede social de inovação dirigida aos seus munícipes empreendedores. A CML pretende, através desta ferramenta, promover o empreendedorismo ligado à inovação no município, aproveitando para agregar ideias para atrair e manter inovação e perceber qual o melhor modelo para a gestão desta rede social. O prémio para a melhor ideia é de 5 mil euros, sendo que a autarquia pretende que o vencedor tenha um ano para implementar e criar a nova rede, a primeira no universo autárquico. Ou seja, até ao Verão de 2012.'
http://www.greensavers.pt/2011/07/05/camara-de-lisboa-lanca-rede-social-de-inovacao-para-municipes-empreendedores/.

Uma boa ideia para lançar em Aveiro.

JCM



publicado por JCM às 23:17 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 25 de Novembro de 2011

Pieces From Aveiro from Joao Filipe Silva on Vimeo.


tags:

publicado por JCM às 18:58 | link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 24 de Novembro de 2011

O movimento cívico Amigosd'Avenida comemora, por esta altura, o seu terceiro aniversário (Nov. 2008 - Nov. 2011). Para celebrar esta data foi produzido um pequeno 'documento' que procura sintetizar muitas das actividades desenvolvidas (http://www.slideshare.net/amigosdavenidaaveiro/amigosdavenida-balano-3-anos) e que gostaríamos de partilhar convosco. 

Aproveitamos ainda a oportunidade para vos convidar a participar no fórum on-line de cidadãos que neste momento tem mais de trezentas pessoas inscritas. As inscrições podem ser feitas em https://groups.google.com/group/amigosdavenida ou enviando um email para  amigosdavenida@gmail.com.

Com os melhores cumprimentos

Amigosd'Avenida


http://amigosdavenida.blogs.sapo.pt/

https://www.facebook.com/AmigosdAvenida.Aveiro


tags:

publicado por JCM às 14:01 | link do post | comentar | favorito

A Rede Ibero-americana Território & Economia Cultural e Criativa está a desenvolver a um exercício colaborativo que consiste numa recolha de informação sobre projectos relevantes relativos aos temas dos 'Territórios, Comunidades e Economia Cultural e Criativa'.

Se desejar participar no exercício utilize o formulário abaixo indicado (http://industriasculturaisecriativas.blogs.sapo.pt/14710.html). Para mais informações consulte o link http://industriasculturaisecriativas.blogs.sapo.pt/ ou inscreva-se na mailing-list https://groups.google.com/group/industrias-culturais-e-criativas.

Se desejar contactar os membros da rede pode fazê-lo através do email industriasculturaisecriativas@gmail.com



publicado por JCM às 13:57 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 23 de Novembro de 2011


publicado por JCM às 09:00 | link do post | comentar | favorito

Domingo, 20 de Novembro de 2011
http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2011N10714

O geomonumento do Barreiro da Fonte Nova deveria ser o mote para a criação de um centro interpretativo na cidade de Aveiro, de cariz geo-ambiental. Não devemos deixar que os interesses imobilários se sobreponham ao elevado interesse geológico e faunísitico do Barreiro, uma vez que o charco, entretanto formado, é o mais expressivo do distrito, já se encontrando georeferênciado pelo Projecto Charcos do CIBIO-UP



publicado por JCM às 22:59 | link do post | comentar | favorito

Sábado, 19 de Novembro de 2011

Os Amigosd'Avenida completam esta semana 3 anos de actividade!

 



publicado por amigosdavenida às 01:46 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2011

A Câmara de Aveiro aprovou esta quinta-feira, por maioria, a adjudicação da “Ponte Pedonal – Ligação da Baixa de Santo António ao Parque Infante D. Pedro” do Parque da Sustentabilidade por 658.921 euros + IVA. Será comparticipada em 85 por cento.
Segundo a Câmara, a ponte irá «controlar e requalificar os percursos e espaços verdes ao nível do pavimento, com novos alinhamentos e percursos, novos materiais para os pavimentos e um novo desenho de algumas áreas de enrelvamento e vegetação arbórea». 

INFO Câmara 

«Consolidar e clarificar zonas de passagem, criar momentos e definir novos percursos, favorecendo as áreas pedonais e de jardins em detrimento de grandes áreas com pavimento betuminoso e estacionamento, muito apetecíveis ao aparecimento em massa do automóvel».
Procurou-se com este novo desenho, geometrias e alinhamentos que reforçassem a continuidade dos dois Jardins, fomentando a ideia de que é a Avenida Artur Ravara interrompida pelos jardins e não os Jardins interrompidos pela Avenida.
Seguindo esta ideia, a própria estrutura viária em toda a extensão de atravessamento dos Parques, será sobrelevada. O seu revestimento será composto de um material que se integre com a restante praça e que permita actuar como inibidor de velocidade. Serão contemplados lugares na área pavimentada para apoio à Gulbenkian e equipamento existente.
A segunda, não obstante a intervenção ao nível do pavimento cumprir com os objectivos traçados para a intervenção, existiu a necessidade de equacionar outro tipo de atravessamento entre os Jardins, que seja feito longe da estrutura viária, descomprometido e sem impasses, para quem usa os Jardins como um todo e usufrui da sua considerável extensão.
Nesta linha surge um objecto que pretende explorar um novo conceito de atravessamento. Uma ponte/plataforma Jardim, à cota alta, fará a ligação entre as áreas verdes. 
Com uma geometria orgânica e uma estrutura leve, aparecerá como uma grande “árvore” metálica e proporcionará um passeio para pessoas e bicicletas, ao nível das copas das árvores, com zonas de sombra e de descanso. Os seus acessos serão em rampa e existirá uma escadaria em espiral a partir das novas áreas pavimentadas».



publicado por amigosdavenida às 22:04 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Novembro de 2011
Caros Amigos,
Acabei de ler e assinar esta petição online:
« a favor do restabelecimento das taxas mínima de IVA para a Cultura e o Desporto»
http://www.peticaopublica.com/?pi=IVA
Pessoalmente concordo com esta petição e acho que também vais concordar.
Subscreve a petição aqui http://www.peticaopublica.com/?pi=IVA e divulga-a pelos teus contactos.
Obrigado.
JCM


publicado por amigosdavenida às 21:08 | link do post | comentar | favorito

[texto de opinião de Joaquim Pavão, publicado hoje no Diário de Aveiro]
               
                Das razões:
 
Levam-me a escrever considerações várias. Leva-me ao desabafo o deserto que a esperança habita neste momento. A seriedade, os homens sérios, as questões sérias não serão um profundo contributo para a discussão democrática e construção plural. Sabe, Excelentíssimo Presidente da Câmara Municipal de Aveiro, Dr. Élio Maia, eu não gosto muito da palavra sério. Apenas porque é vazia. Pode um homem sério ficar escravo de ideias vazias? Pode. Portanto a seriedade ou a falta dela não constitui por si só o fundamento para criticar a acção do cidadão. Na defesa de decisões politicas que nos afectam a todos, apenas a racionalidade na consciência social/política interessa. Penso que a utilização do gosto como principal aliado, refugiando assim a insensatez num discurso demagógico, leva a duas constatações presentes na entrevista publicada nos media. A irracionalidade e desrespeito pela verdadeira natureza que o cargo de presidente da autarquia acarreta. Esta verdade, raciocínio parece-me insofismável. Nesta altura de crise ideológica, social, económica profunda, enquanto cidadão, estas razões para além da afronta cívica e humana que a entrevista provocou, despoletou a constatação de uma imoralidade e como tal ingredientes catalisadores do meu desabafo.
 
                Da democracia:
 
O Dr. Élio Maia parece confundir, deturpar e ostracizar alguns pontos inerentes a uma honesta postura e defesa do cargo que ocupa. O primeiro ponto gritante e imoral é, com a seriedade que lhe é apanágio, não enquadrar a crítica democrática e muito menos procurar construir com ela. Acredita que as eleições são uma espécie de carta-branca onde o voto confere uma atitude insensível ao votante. O Dr. Élio Maia, meu representante democrático, acha que não sou sério. Eu, o cidadão que tento ajudar, contribuir e pensar a cidade que habito. O Dr. Élio Maia diz que não está disposto a cumprir o mais básico requisito do cargo que lhe pago. Diz que só ouve se existir legitimação institucional. Sabe, Dr. Élio Maia eu votei, pago impostos, sou cidadão Português. Da última vez que tomei conta a democracia ainda estava em vigor. Que mais legitimação preciso? Os Amigos d’Avenida são cidadãos, meu caro Dr. Élio Maia. São legitimados pelo sistema que o nomeou nosso representante. A seriedade com que o afirma apenas aumenta a gravidade das palavras que profere. O Dr. Élio Maia não quer representar ninguém, quer institucionalizar os mecanismos democráticos. Sabe Dr. Élio Maia, neste país há 40 anos era assim. Se não encontra disposição para aceitar os aborrecimentos do cargo, seja sério Dr. Élio Maia. Se não sabe o que responder, como responder, se se sente perdido seja sério Dr. Élio Maia.
 
                Da Ponte:
 
Depois de toda a racionalidade com que um grupo de cidadãos lhe apresentou dúvidas e questões, o Dr. Élio Maia vem apenas reafirmar que a construção de uma ponte é apenas uma questão de gosto. Mas fá-lo com seriedade, pois nada mais se pode esperar de si. O que é sério na barbárie que defende? O facto de estar disposto a excluir a racionalidade com que representa a cidade? Não entregar uma única ideia que possa defender a sua construção? Esbanjar o dinheiro (nosso) em prole do gosto do executivo? Lançar a ideia de 80% de contribuição europeia é uma espécie de dinheiro do vizinho? Caro Dr. Élio Maia é um homem sério que brinca com a nossa economia, hipoteca o nosso futuro e encerra em si qualquer hipótese de diálogo racional, pois com demagogia e “galinhas” não encontra um futuro para os cidadãos. Com seriedade, procura o recreio, um jogo de ignorâncias onde com o nosso dinheiro, o suor do nosso trabalho é utilizado em prole de um deserto de ideias, uma ausência de objectivos, ao sabor do gosto. Mais grave, quando o gosto é do executivo. Nem aí, o cidadão que representa entra. O Dr. Élio Maia, homem sério, responde desviando a atenção do que é importante. Ouve sem escutar, recebe sem de facto receber. Será por isso Dr. Élio Maia que lhe peço racionalidade, em vez de seriedade. Cumpra o mais básico fundamento do cargo que lhe pago enquanto cidadão.
.
Joaquim Pavão
.
[ler outros contributos] 
1.
A PROPÓSITO DA LEGITIMIDADE DOS AMIGOSD'AVENIDA
http://amigosdavenida.blogs.sapo.pt/689353.html
2.
Câmara avança com ponte polémica sobre a ria (Expresso)
http://aeiou.expresso.pt/aveiro-camara-avanca-com-ponte-polemica-sobre-a-ria=f684658
3.
ANDE UM POUCO MAIS A PÉ, POUPE-NOS UM MILHÃO DE EUROS!
http://amigosdavenida.blogs.sapo.pt/688144.html


publicado por amigosdavenida às 14:00 | link do post | comentar | favorito

http://www.diarioaveiro.pt/main.php?srvacr=pages_13&mode=public&template=frontoffice&layout=layout&id_page=11010.

'A construção da nova ponte pedonal que fará a ligação entre a Baixa de Santo António e o Parque Infante D. Pedro vai ser adjudicada esta semana por 658 mil euros (acrescidos de IVA). A adjudicação é feita por um valor inferior aos 950 mil euros definidos como o preço-base do concurso público, aprovado em Março e lançado em Abril deste ano. 
A travessia sobre a Avenida Artur Ravara será construída no âmbito do Parque da Sustentabilidade (PdS), envolvendo Câmara e diversos parceiros públicos e privados. Ao longo dos últimos meses tem sido um dos projectos mais contestados deste mega-programa de regeneração urbanística. Ainda na semana passada, Alberto Souto, presidente da autarquia entre 1997 e 2005, contestou a obra, propondo a colocação de um semáforo em alternativa. “É muito mais barato, não cria obstáculo visual e resolve-se um problema”, sustentou durante um debate promovido pelo PS/Aveiro. 
O antigo autarca lembrou que durante a sua administração chegou a ser aberto um concurso para uma ponte pedonal no mesmo local, mas as propostas apresentadas foram rejeitadas por serem “caras e agressivas”. 
A comissão concelhia do PS e o movimento cívico Amigos d’Avenida também já manifestaram reservas quanto ao projecto, mas a actual maioria PSD/CDS que governa a edilidade vai mesmo avançar com o investimento, comparticipado por fundos comunitários'


tags: ,

publicado por JCM às 09:05 | link do post | comentar | favorito

"Não há espaço e tempo, não existe necessidade, porque a discussão sobre o Parque da Sustentabilidade já durou muito tempo e estamos na altura de passarmos às acções porque este é um projecto que já vem desde o mandato anterior e por isso os aveirenses quando votaram nesta Câmara já sabiam que era para concretizar o projecto do Parque da Sustentabilidade", adiantando que "o projecto da Ponte, teve um período de debate e de apresentação de projectos e desejo ver o projecto concretizado o mais rapidamente possível porque vai ser bom para Aveiro e não podemos deixar fugir alguns financiamentos que são bons para a cidade, sendo esta travessia da Ria muito benéfica se a enquadra-mos com o prolongamento do Rossio" Manuel Coimbra, Rádio Terra Nova.

http://www.terranova.pt/index.php?idNoticia=12917


tags: ,

publicado por JCM às 09:00 | link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 14 de Novembro de 2011


publicado por JCM às 00:32 | link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quinta-feira, 10 de Novembro de 2011
Aceitei um convite do Eduardo Feio para ir participar amanhã à noite (21:30, depois do futebol) no debate sobre 'Que Centro para Aveiro?' (https://www.facebook.com/event.php?eid=241107685944955) que se irá realizar no salão nobre da Associação Comercial de Aveiro.
Julgo que o momento em que vivemos, de grande dificuldade, complexidade e incerteza, exige que as instituições, os partidos e os cidadãos promovam, participem e animem debates desta natureza que nos motivem a pensar colectivamente o futuro das nossas cidades e da nossa vida comum, num espírito cordial, construtivo e exigente. 
É pois com esse espírito que ali estarei e com um olhar no futuro irei procurar organizar a minha 'resposta' à questão em seis pontos: 
1.A crise (o que ela significa e que impactos produz);
2.A importância das cidades para a construção do futuro (e na resposta à 'crise');
3.À luz dos desafios do futuro (que a agenda europeia determina) como é que Aveiro tem sabido utilizar/valorizar os diversos recursos que dispõe; 
4.O que tem sido a agenda de acção (e de debate) em Aveiro (que opções e que resultados);
5. Um futuro possível para o centro e para Aveiro (ideias fortes e implicações);
6. Começar já a construir o futuro (um desafio final aos cidadãos, às instituições e aos partidos);
Deixo-vos estas ideias para que equacionem trazer o vosso contributo ao debate.
Um abraço e até amanhã
José Carlos Mota
PS. Colocarei aqui amanhã o powerpoint da apresentação que irei fazer! 

tags:

publicado por JCM às 23:00 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

texto de Ilídio Carreira
'Enquanto o IVA do vinho se mantém nos 13%, aumentam-se para 23% os bens essenciais ao cidadão como a água, a prática do desporto e alguns bens alimentares confeccionados. Mantém-se o IVA do vinho: uma droga que dizem ser um sector fundamental para a economia do País e que, como tal, não pode ser afectada.
Pergunto: será que se esqueceram de todos os outros sectores que estão a ser afectados por esta crise? Porque é que o vinho necessita de protecção pelo Estado (e que tal adequarem-se à concorrência?) e os Teatros, os Cinemas e os restantes sectores culturais não o são? Pelo contrário; aumenta-se-lhe o IVA nos ingressos para eles morrerem de vez.
Alguém que me explique que contas são essas que não contabilizam os efeitos danosos na saúde e na sociedade pelo vinho e os benefícios nas mesmas áreas que a prática do desporto nos traz? 
Álcool sim. Cultura e Desporto não. É a mensagem passada pelos nossos governantes.
Estamos na Twilight Zone?'
http://paninhosfrios.wordpress.com/2011/09/28/o-iva-aplicado-ao-desporto-e-ao-vinho-e-a-bebedeira-do-%E2%80%98bicho%E2%80%99-que-o-decretou/.
Ilídio Carreira está desde hoje acampado nas Piscinas do Sporting de Aveiro em protesto contra esta decisão governamental de manter o IVA do vinho e de alterar o IVA para a cultura e desporto.
Passe por lá para o cumprimentar e mostrar a solidariedade com o seu protesto!
Amigosd'Avenida


publicado por JCM às 17:32 | link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

'Projeto desenvolvido para o Bairro Beira-Mar em Aveiro, com o objetivo de promover a intergeracionalidade, criar relações e partilhar experiências'
https://www.facebook.com/projeto.cor.

Um bela iniciativa a merecer mais destaque. Porque é que não são este tipo de iniciativas a marcar a agenda local?

JCM

 



publicado por JCM às 08:49 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 9 de Novembro de 2011

O Município de Aveiro está a preparar as emissões para arrancar já no próximo dia 28 de Novembro. R@dio Ás é a primeira rádio online de uma Autarquia e envolve a colaboração de várias entidades e instituições do Concelho.

http://www.cm-aveiro.pt/www/Templates/GenericDetails.aspx?id_object=36030&divName=2&id_class=2


tags:

publicado por JCM às 21:12 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 8 de Novembro de 2011
[UMA EXCELENTE NOTÍCIA]
CENTRO DOCUMENTAL DIGITAL DO MUSEU DA CIDADE ABERTO AO PÚBLICO.
http://www.terranova.pt/index.php?idNoticia=12794

tags:

publicado por JCM às 17:54 | link do post | comentar | favorito

debate público subordinado ao tema “Que Centro para Aveiro?”, no salão nobre da Associação Comercial de Aveiro, sexta-feira pelas 21h e 30.
https://www.facebook.com/event.php?eid=241107685944955


tags:

publicado por JCM às 17:33 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 4 de Novembro de 2011
sal_tradicional_convite_logos.jpg

sal_tradicional_programa.jpg



publicado por amigosdavenida às 11:36 | link do post | comentar | favorito

CONVITE -Elogi.jpg



publicado por amigosdavenida às 00:18 | link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 3 de Novembro de 2011
11 NOV - AVEIRO
1ª Conferência de PRU & 11º Workshop da APDR - TERRITORIO, MERCADO IMOBILIÁRIO E HABITAÇÃO
Universidade de Aveiro
https://www.facebook.com/pages/1%C2%AA-Confer%C3%AAncia-de-PRU-11%C2%BA-Workshop-da-APDR/187545081306789
incrições: http://www.apdr.pt/evento_11/inscricoes.html
10 NOV - ÁGUEDA
Seminário 'Águeda: Cidade, inclusão, desporto, bem-estar e lazer | oportunidades de regeneração das cidades'
Auditório da CM Águeda
http://www.cm-agueda.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=27652¬iciaId=56805&pastaNoticiasReqId=27662
inscrições: marlene.marques@cm-agueda.pt
?9 NOV - OVAR
Conferência 'Criatividade em Cidades Médias - A experiência dos projetos integrados na política de cidades Polis XXI'
CICLO DE DEBATES Parcerias para a Regeneração Urbana
CENTRO DE ARTE DE OVAR
http://www.cm-ovar.pt/www/Templates/GenericDetails.aspx?id_object=6191&divName=448s779&id_class=779
incrições: pru@cm-ovar.pt


publicado por amigosdavenida às 15:34 | link do post | comentar | favorito

AJUDAR O ESTADO E A SOCIEDADE A GASTAR MELHOR é o lema do Tribunal de Contas (http://www.tcontas.pt/).

Aqui está algo que neste momento de dificuldade precisamos rapidamente de aprender a fazer, individualmente, nas nossas organizações, nas nossas cidades, no nosso país! Mas com equilíbrio e ponderação, cortando no supérfluo, no desnecessário, no dispensável, no que não é prioritário, no que não é relevante!.

Cada euro gasto deve ser dez vezes ponderado e dez vezes questionado! Sobretudo se for de todos nós!

JCM



publicado por JCM às 14:00 | link do post | comentar | favorito

image001.gif



publicado por amigosdavenida às 00:13 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 2 de Novembro de 2011

http://www.tcontas.pt/#

 

Para que serve afinal o Tribunal de Contas (TC)?

Segundo a ASJP (link) o 'TC fiscaliza a legalidade e regularidade das receitas e das despesas públicas, aprecia a boa gestão financeira e efectiva responsabilidade por infracções financeiras', ou seja, o tribunal 'concede e recusa o visto a contratos, realiza auditorias às entidades públicas, verifica as suas contas, podendo ainda aplicar multas e ordenar a reposição de dinheiro indevidamente gasto – o que corresponde a um importante domínio da sua actividade'.

 

 



publicado por JCM às 22:16 | link do post | comentar | favorito

Notícia de 12 de Novembro de 2010 (Diário de Aveiro)

ÉLIO MAIA EXORTA AO APARECIMENTO DE "MASSA CRÍTICA ACTUANTE" EM AVEIRO

'O presidente da Câmara de Aveiro quer incentivar o aparecimento de uma "massa crítica" no concelho que seja "visível e actuante". A criação de um Orçamento Participativo (OP) é vista como uma "oportunidade", disse Élio Maia ao Diário de Aveiro. 

O autarca eleito pela coligação PSD/CDS aposta em valorizar o "espaço público contemporâneo", que "deve ser ouvido e não desprezado" e cujas ideias "devem ser levadas em linha de conta e não desdenhadas". 
Segundo o edil, o OP é um "instrumento de modernidade e de racionalidade" que visa aumentar a "proximidade entre governantes e governados" e assegurar a 'construção partilhada do futuro'''. 
http://www.diarioaveiro.pt/main.php?srvacr=pages_13&mode=public&template=frontoffice&layout=layout&id_page=9



publicado por JCM às 22:10 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.

 

 

 

 



publicado por JCM às 14:00 | link do post | comentar | favorito



publicado por JCM às 14:00 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 1 de Novembro de 2011

O presidente da CMA (ver notícias de hoje no DN, JN e Expresso-online - http://amigosdavenida.blogs.sapo.pt/689027.html), a propósito das críticas à construção da Ponte Pedonal do Rossio (*), questionou a legitimidade do movimento cívico Amigosd'Avenida e criticou quem fala em nome de algo que não tem existência legal referindo que isso revelava pouca seriedade.

A opinião expressa pelo presidente da CMA enferma de um equívoco, que é a confusão entre legalidade e legitimidade. Qualquer cidadão ou associação têm toda a legitimidade, mais, obrigação cívica, de denunciar ou alertar o que acham errado na gestão da coisa pública.

Para além disso, ao confundir legalidade com legitimidade não contesta a essência da crítica, a oportunidade dum investimento de mais de um milhão de euros em duas pontes pedonais, num momento de grande constrangimento financeiro do país e do município, uma obra cuja necessidade, utilidade, localização e impacto é merecedor de amplo reparo.

Ao contrário do que diz existem 'amplos motivos para mudar a posição'.

José Carlos Mota

 

* (isto na sequência do destaque que o Diário de Aveiro deu a um texto do blogue dos Amigosd'Avenida - 'Ande um pouco mais a pé, poupe-nos um milhão de euros' http://amigosdavenida.blogs.sapo.pt/688144.html).  




publicado por JCM às 21:28 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito



publicado por JCM às 14:00 | link do post | comentar | favorito

Confesso que me continua a custar perceber como é possível que, no actual contexto de grandes constrangimentos financeiros (municipais e do país) e num momento em que nos são pedidos tantos sacrifícios, a nossa autarquia mantenha a intenção de gastar quase um milhão e meio de euros na construção de duas pontes pedonais cuja necessidade, utilidade e localização é muito discutível e cujas implicações e consequências (caso se façam os investimentos) podem ser particularmente penalizadoras para a cidade.
No que concerne à Ponte do Rossio, é difícil entender a aposta quando um dos principais argumentos utilizados para defender a sua construção, o eventual ganho de tempo de deslocação entre margens, quase não tem expressão (1/2 minutos?). E este argumento é tanto mais frágil quanto recentemente (no âmbito do projecto europeu Active Access) a própria autarquia defende que é razoável (e desejável) que se ande a pé na cidade em deslocações de 5, 10, 15, 20 e até 28 minutos (ver mapa anexohttp://ape.aveiro.pt/templates/GenericDetail.aspx?id_object=35448&TM=2260&id_class=2260&CssClass=DefaultTitle). Faz por isso algum sentido gastar tanto dinheiro por causa de tão parco e discutível benefício e de tão pesadas consequências?
Por tudo isto, e tal como ocorreu no caso do Alboi, não seria esta uma boa oportunidade para se criarem as condições para uma reavaliação destes investimentos do PdS e para uma reafectação dos meios (do QREN e muncipais)?  Não haverá outras prioridades de investimento para além destas pontes pedonais, outras áreas de aposta, mesmo no âmbito do tema da parceria? E não nos cabe a nós cidadãos, alertar as instituições e o poderes públicos (locais, regionais e nacionais) para a necessidade de se repensarem e reponderarem as opções?
JCM

tags: ,

publicado por JCM às 13:10 | link do post | comentar | favorito

SOBRE CIDADES, CIDADANIA, O FUTURO E AVEIRO. UM BLOGUE EDITADO POR JOSÉ CARLOS MOTA
VISITAS
GRUPO FB 'PENSAR O FUTURO - AVEIRO 2020'
2013-01-04_2204.png
ADESÃO À MAILING-LIST 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'

GRUPO 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'
AUTOR
E-mail Gmail
Facebook1
Facebook2
Twitter
Linkedin
Google +
QUORA
JCM Works
Slideshare1
Slideshare2
Academia.Edu
FOLLOW
G. Analytics
links
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
MAPA
Facebook
Partilhar
arquivos

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008