Quinta-feira, 8 de Outubro de 2009

Q1 - Amigosd’Avenida/Diário de Aveiro

É importante que os cidadãos conheçam as prioridades da autarquia para os próximos quatros anos. Nesse sentido, gostaríamos de saber: Qual é a área de actuação que elege como prioritária para o município de Aveiro? Porque razão foi escolhida? Os cidadãos e os agentes foram ouvidos na sua formulação? Se sim, como?

Élio Maia (Coligação 'Juntos Por Aveiro', PSD/CDSPP)

As prioridades definidas pela Coligação Juntos por Aveiro decorrem dos vários programas e obras lançados neste mandato e são cinco, a saber:

* Prioridade à concretização da Carta Educativa do Concelho de Aveiro;

* Prioridade às respostas sociais no Concelho de Aveiro;

 * Prioridade ao cumprimento do Plano de Saneamento Financeiro, acompanhado por um programa de Desenvolvimento Económico;

* Prioridade à concretização dos Projectos contratualizados com o QREN: Parque da Sustentabilidade, Corredores Ecológicos, Requalificação e Criação de Zonas Industriais, Requalificação da EN 230-1 e Requalificação e a Ampliação da Capela de São Tomás de Aquino.

* Prioridade aos Projectos, de abrangência municipal, integrantes do Polis Ria de Aveiro.

Estas áreas de actuação cumprem um quadro de inovação social, de modernização e de competitividade, decisivo para a caminhada futura do Concelho. Elegeram-se estas prioridades, também, porque se tratam de projectos socialmente válidos, que não esbanjam os escassos recursos financeiros do Município e que não serão concretizados com o aumento do IMI e das taxas municipais (que em ambos os casos baixámos).

Os cidadãos e agentes participaram na formulação deste programa através do sítio votoaveiro.com.

 

Q2

O Orçamento Municipal dedica, no presente ano, cerca de 1, 3 milhões euros do seu investimento para a Cultura, cerca de 1,6% do total. Qual é o compromisso que assume relativamente à parte do orçamento que pretende afectar à Cultura? Porque razão? Quais as principais áreas de actuação neste domínio?

Élio Maia

A Cultura é um factor estratégico de competitividade, de afirmação de identidades e de representações sociais e um campo de partilha de mundividências, por isso é uma área que se deve estimar.

O orçamento ficará a jusante dos princípios e dos objectivos gerais e específicos da política cultural.

No entender da Coligação PSD-CDS/PP, Juntos por Aveiro, a actuação no domínio cultural contempla um leque alargado de propostas, conforme está registado no Programa Eleitoral. Enunciam-se, entre outras, o incentivo à criação artística, a preservação e a promoção do património cultural, o apoio ao associativismo e aos movimentos cívicos culturais, o estímulo ao recurso às novas tecnologias de informação e comunicação no processo criativo e, ainda, a promoção da multiculturalidade.

 

Q3

A Avenida Lourenço Peixinho foi identificada como uma das unidades territoriais mais problemáticas da cidade, em particular no que concerne ao problema dos edifícios devolutos. Como avalia o problema? Que ideias tem para o resolver? Que meios pretende mobilizar?

Élio Maia

O problema foi avaliado por este Executivo Municipal e por um conjunto de cidadãos e agentes que participaram no Seminário sobre a Avenida Dr. Lourenço Peixinho e na Sessão temática realizada na Assembleia Municipal. Dessa interpretação comum resultou um documento com os 30 Princípios de Intervenção para Avenida, os que constituem as ideias indutoras para a Requalificação Urbana desta avenida emblemática. Os meios a mobilizar serão os que respondam aos princípios definidos, lembrando que a qualificação deste espaço público e a sua vocação social muito vão beneficiar com a divulgação do acervo de arte moderna, no âmbito da Avenida de Arte Contemporânea de Aveiro.

 

Q4

Os Amigosd’Avenida identificaram a qualificação e animação do espaço público como uma das dimensões de política pública local mais importante, tendo promovido, nesse âmbito, um Manifesto. Conhece o manifesto? Concorda com os seus princípios? Já o assinou? Pretende implementá-lo? Como?

Élio Maia

Sim, li-o com muito interesse e felicito o empenho cívico dos seus autores. Concordo, claramente. Desejo assiná-lo e implementá-lo com uma política transversal que, envolvendo os diferentes serviços do Município e a participação da comunidade, cumpra os princípios enunciados.

 

Q5

A necessidade de encontrar uma 'plataforma de articulação dos agentes culturais e criativos da cidade' foi uma das conclusões das actividade que ajudámos a organizar nesta ano em que a cidade comemorou 250 anos. Concorda com esta ideia? Qual o papel que a autarquia deve ter neste sentido? Que meios está disposto a mobilizar para o efeito?

Élio Maia

A ideia de promover proximidades e afinidades entre os agentes culturais e criativos da cidade é excelente, pois gera sinergias e cria potencialidades importantes no âmbito da produção e da oferta culturais. A autarquia tem de ser um parceiro empenhado dessa estrutura e deve atribuir os meios disponíveis para contribuir para se estabelecerem e cumprirem os objectivos que a plataforma estipule.

 

Q6

A Ria de Aveiro é um espaço de eleição, de elevada qualidade ambiental, elemento de ligação entre os vários municípios ribeirinhos, mas, infelizmente, um espaço desaproveitado do ponto de vista funcional, cultural e turístico. Como avalia a situação? E o que pretende fazer para inverter o problema?

Élio Maia

Avaliamo-la com optimismo, já que, actualmente, se verifica a sua inversão, por duas razões em especial. A primeira decorre da entrega da gestão dos canais urbanos da Ria à Câmara Municipal, o que permite actuar localmente na valorização da imagem da Ria no território urbano.

A segunda razão deve-se às intervenções do Polis Litoral Ria de Aveiro com incidência no nosso Concelho. Sublinhamos o reordenamento e a qualificação da frente lagunar de Aveiro, os Núcleos Piscatórios Lagunares – Cais da Ribeira de Esgueira, o reforço de Margens pela recuperação de diques e motas, a requalificação dos espaços de usufruto público da Reserva Natural de S. Jacinto, a criação da Via ciclável como forma de vivência da Ria, a criação e beneficiação de estruturas de apoio às actividades de recreio náutico e a requalificação e valorização da Pateira de Requeixo.

 

 

 

 

 

 

 



publicado por amigosdavenida às 02:20 |
editado por JCM às 15:45link do post | comentar | favorito

SOBRE CIDADES, CIDADANIA, O FUTURO E AVEIRO. UM BLOGUE EDITADO POR JOSÉ CARLOS MOTA
VISITAS
GRUPO FB 'PENSAR O FUTURO - AVEIRO 2020'
2013-01-04_2204.png
ADESÃO À MAILING-LIST 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'

GRUPO 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'
AUTOR
E-mail Gmail
Facebook1
Facebook2
Twitter
Linkedin
Google +
QUORA
JCM Works
Slideshare1
Slideshare2
Academia.Edu
FOLLOW
G. Analytics
links
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
MAPA
Facebook
Partilhar
arquivos

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008