Terça-feira, 27.04.10

O Presidente da República (PR) sugeriu no seu discurso do 25 de Abril a necessidade de 'fazer da cidade do Porto um pólo aglutinador de novas indústrias criativas’... 'sinónimo de talento, excelência e inovação em áreas como as artes plásticas, a moda, publicidade, design, cinema, teatro, música, dança, informática e digital' (Público, 26/4/10).

A proposta é pertinente. Um estudo recente do Ministério da Cultura,  elaborado pelo Prof. Augusto Mateus, referiu que o sector cultural e criativo 'vale tanto' quanto o sector dos têxteis (1).  Para além disso, num momento em que tanto se fala da necessidade de 'cortar na despesa pública' como medida única no combate à crise, é importante referir que existem outros caminhos, entre os quais este, que passa por apoiar e estimular a actividade de sectores emergentes (por ex: cultura, artes e criatividade), cujo potencial económico e geração de emprego é relevante e cuja expressão territorial pode ser indutora de outras dinâmicas. Indo ao encontro destas preocupações, a Comissão Europeia divulgou esta semana o Livro Verde das Indústrias Culturais e Criativas - ICC- (2) onde são apresentados um conjunto de recomendações para estimular o seu desenvolvimento.

A proposta sugerida deve, no entanto, ser ponderada em duas dimensões. A primeira tem a ver com a dimensão espacial sugerida. Apesar de se perceber que a ideia tem por base o trabalho que tem vindo a ser feito pela ADDICT - Agência para o Desenvolvimento das Indústrias Criativas da Região Norte (3), que tem sede no Porto, e em particular a candidatura apresentada ao QREN (4), talvez faça sentido reinterpretá-la tendo como elementos territoriais âncora as cidades do Porto, Braga, Guimarães e Aveiro, pelo potencial cultural, social e económico que congregam. A segunda dimensão tem a ver com a necessidade de reflectir sobre o conceito de 'indústria cultural e criativa' e a sua aplicação à realidade em causa, procurando analisar o seu real potencial, esclarecer os eventuais receios sobre alguns riscos de ‘mercantilização da cultura’ e atenuar algumas ‘resistência dos agentes económicos que olham para este tema com alguma estranheza’. Mas não deixa de ser um importante e interessante desafio aos poderes locais/regionais e aos agentes culturais, sociais e económicos desta região urbana.

O assunto não é novidade para nós. Os Amigosd'avenida têm vindo a alertar para a necessidade de se olhar para este tema com atenção. Nesse sentido, produziram, no ano passado, um primeiro mapeamento das ICC da cidade de Aveiro (5) e lançaram a ideia da criação uma plataforma de articulação e dinamização dos agentes culturais e criativos (6), ideia que o Plano Estratégico do Concelho de Aveiro (PECA) também veio recentemente reforçar.

Estamos perante um tema que nos pode unir e sobre o qual a cidade/região de Aveiro tem recursos e competências relevantes. Contudo, tendo em conta a natureza embrionária e emergente de algumas destas actividades, nuns casos, e os interesses diversos e concorrentes, noutros, é fundamental encontrar uma liderança capaz de mobilizar este potencial e de sentar à mesa os principais actores.

Não será tarefa fácil. Mas as condições actuais exigem que os poderes públicos (locais/sub-regionais) assumam esta tarefa e procurem trabalhar este tema estratégico para o futuro da cidade/região, encontrando a melhor metodologia para desenhar uma agenda comum e identificar projectos que ajudem a projectar a 'produção cultural e criativa' no contexto nacional e internacional. Só este esforço permitirá colocar-nos no desígnio sugerido pelo PR de transformar a região alargada do Porto ‘numa região europeia vocacionada para a economia criativa'.

 

José Carlos Mota

josecarlosmota@gmail.com



publicado por amigosdavenida às 13:14 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 28.04.09

"A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) lança em 2009, ano em que assinala os 40 anos da instituição, o ciclo de conferências “Encontros a Norte”, centrado na promoção do intercâmbio de experiências internacionais na implementação de políticas públicas, planos de acção e outras iniciativas no domínio do desenvolvimento regional.

Numa óptica de passagem da estratégia à acção, este ciclo de conferências visa o envolvimento e a participação activa de instituições regionais, empresas e personalidades relevantes em cada uma das áreas temáticas escolhidas para os diferentes encontros, fazendo ainda apelo das experiências adquiridas em iniciativas recentes no âmbito do “NORTE 2015”.

Sendo as Indústrias Criativas uma das apostas prioritárias para a competitividade da Região do Norte, a CCDR-N, em parceria com a Agência para o Desenvolvimento das Indústrias Criativas (ADDICT), elegeu como tema da primeira conferência a experiência inglesa da Creative Industries Development Agency – (CIDA).

Anamaria Wills, Chief Executive da CIDA, foi a conferencista convidada, com uma comunicação intitulada “Transforming Creativity into Business: the case of the Creative Industries Development Agency""

Apresentação aqui

 



publicado por amigosdavenida às 14:33 | link do post | comentar | favorito

"A A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN) abriu dois concursos de financiamento às indústrias criativas no valor de 40 milhões de euros, que é "uma aposta sem precedentes", disse ontem o presidente daquele organismo, Carlos Lage. "Estão a decorrer dois concursos de financiamento às indústrias criativas no expressivo valor de 40 milhões de euros para apoiar investimentos em infra-estruturas e grandes eventos culturais", anunciou o presidente da CCDRN, Carlos Lage, na conferência As indústrias criativas na Região do Norte. 

Para Carlos Lage, o montante direccionado "em tempos de avareza para a cultura representa uma aposta sem precedentes ou paralelo". "A Região Norte é a primeira e porventura a única região portuguesa que beneficiará de um pacote específico de apoios e incentivos ao desenvolvimento do seu cluster de indústrias criativas", sublinhou. Segundo Carlos Lage, "a criatividade artística e pioneirismo cultural está no património genético da cidade do Porto". 
O Programa Operacional Regional do Norte tem uma dotação orçamental de 25 milhões de euros para infra--estruturas, o que prevê a criação e qualificação de centros de competência e de excelência criativa, de incubadoras de negócios criativos e de espaços interdisciplinares de convergência criativa. 
De acordo com o aviso de abertura das candidaturas, o objectivo é "dotar a Região Norte de espaços de convergência entre produção e fruição, de promoção e exibição de conteúdos criativos e de formação de públicos para actividades criativas". 
A CCDRN abriu também um concurso para grandes eventos culturais, que recebe uma dotação orçamental de 15 milhões de euros. 
"Os apoios concedidos destinam-se a criar oportunidades que valorizem, em Portugal e internacionalmente, as actividades culturais e criativas e as competências técnicas residentes no Norte de Portugal", realçou Carlos Lage, na primeira conferência dos Encontros a Norte, que se realizou ontem na Fundação de Serralves, no Porto. O prazo para apresentação das candidaturas decorre até 30 de Julho".



publicado por amigosdavenida às 14:29 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 03.03.09

"Recentemente, as chamadas indústrias criativas entraram no jogo. Com um âmbito que pode ir da publicidade à música, passando pelo design, software, cinema, rádio e televisão, reclama, para si, um peso muito superior, por exemplo, ao da indústria automóvel. Os mais cépticos responderão, não sem razão, que não se vive "dessas coisas" e que muitas das actividades listadas são determinadas por outras. A resposta óbvia é que, também, não se vive sem "essas coisas" e que, frequentemente, são elas a puxar as outras. Não é este o espaço para essa discussão. Mais importante será apontar casos concretos e lembrar, por exemplo, que a dinamização ou reabilitação dos centros urbanos de cidades como Barcelona, Glasgow ou Sheffield passou por uma política para essas indústrias. Ou recordar como associamos certo design aos países nórdicos. Ou o cinema a Hollywood e, mais recentemente, Bollywood (e como a Índia tem aproveitado para melhorar a sua imagem). Ou sublinhar o papel de Bjork na divulgação da Islândia ou o dos U2 e da música, em geral, na promoção da Irlanda".

Alberto Castro, JN 3MAR09



publicado por amigosdavenida às 23:14 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 26.11.08

in http://www.inovaforum.com/

 

A conferência Impacto Criativo: Cidades e Bairros Criativos, será um acontecimento em si mesmo, um evento dentro do evento Fórum Cultura e Criatividade
Pensado como um momento de benchmarking e networking , será uma grande oportunidade para trocar contactos e para conhecer experiências de referência no panorama internacional. Aos oradores já confirmados, juntam-se agora mais alguns projectos que se vêm apresentar:
-Kunsthaus Tacheles, em Berlim, representada por Martin Reiter, líder da Equipa de Gestão
-Westergasfabriek, em Amsterdão, representada por Evert Verhagen, Gestor de Projecto

-Maison Follies, em Lille, representada pelo seu Director, Jean-Baptiste Haquette. 



publicado por JCM às 23:01 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 19.11.08

 

Mais informações: http://www.premioindustriascriativas.com/

Notícia RTP



publicado por JCM às 22:53 | link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 13.11.08

O Programa "Pólos de competitividade" da responsabilidade do Ministério da Economia foi hoje (ontem) apresentado na Universidade de Aveiro. 

Este programa visa apoiar a criação e dinamização de pólos de competitividade a dois níveis: um conjunto de apostas em sectores com importância internacional (energia, moldes,...) e um segundo conjunto de apostas em sectores de importância regional. O concurso encontra-se numa fase de avaliação de candidaturas.

No caso dos clusters de importância regional foi apresentado o cluster das indústrias criativas que tem o seu foco principal na Área Metropolitana do Porto, com extensão a Norte (Minho) e a Sul até Aveiro. Esta candidatura promovida pela Fundação Serralves desenvolveu-se na sequência do Estudo Macroeconómico “Desenvolvimento de um Cluster de Indústrias Criativas da Região do Norte”. Uma das propostas do estudo foi a criação de uma Associação  -ADDICT – Agência para o Desenvolvimento das Indústrias Criativas que reune os principais agentes culturais da região.

 

Nessa apresentação foram referidos alguns aspectos muito relevantes:

  • A ADDICT está aberta à adesão de novos parceiros;
  • O Programa de Candidatura apresentado contempla iniciativas de apoio ao fomento da atractividade de lugares criativos e, eventualmente, poderá apoiar projectos de regeneração urbana/cultural;
  • O OE2009 contempla, pela primeira vez, um conjunto de benefícios fiscais para a atracção de talentos nos domínios da ciência, artes e cultura que residam no estrangeiro;

Como é que os agentes culturais de Aveiro se poderão organizar para tirar partido desta oportunidade?



publicado por JCM às 00:29 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito


SOBRE CIDADES, CIDADANIA, O FUTURO E AVEIRO. UM BLOGUE EDITADO POR JOSÉ CARLOS MOTA
VISITAS
GRUPO FB 'PENSAR O FUTURO - AVEIRO 2020'
2013-01-04_2204.png
ADESÃO À MAILING-LIST 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'

GRUPO 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'
AUTOR
E-mail Gmail
Facebook1
Facebook2
Twitter
Linkedin
Google +
QUORA
JCM Works
Slideshare1
Slideshare2
Academia.Edu
FOLLOW
G. Analytics
links
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
MAPA
Facebook
Partilhar
arquivos

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008