Domingo, 30.03.14

Mobilizar os cidadãos para a construção de um projecto colectivo. A Murtosa uma vez mais na dianteira...

 

 

 

FÓRUM MURTOSA CICLÁVEL ENVOLVEU OS CIDADÃO NA DISCUSSÃO DA ESTRATÉGIA DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL DA MURTOSA

 



publicado por JCM às 23:24 | link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 11.04.13

 

Murtosa is the leading cycling city of Portugal (Eltis)

http://www.eltis.org/index.php?ID1=5&id=8&news_id=4166#.UWbFFjgJXL0.facebook



publicado por JCM às 18:57 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 22.03.13


Murtosa é o município onde mais se utiliza a bicicleta

http://www.diarioaveiro.pt/noticias/murtosa-e-o-municipio-onde-mais-se-utiliza-bicicleta



publicado por JCM às 09:09 | link do post | comentar | favorito

Sábado, 16.03.13

O fenómeno da Murtosa. Mais de 20% da população usa a bicicleta diariamente, contra 1% do valor nacional e 4% da região de Aveiro. Nas deslocações de crianças com 10-14 anos, na Murtosa 23% das crianças vão de bicicleta para a escola  (dados 2012, PIMTRA).

 

 

Dados PIMTRA, 2013

 

 

 

Dados PIMTRA, 2013



publicado por JCM às 18:30 | link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 30.04.12

http://www.diarioaveiro.pt/noticias-edicao/2012-04-29.

 




publicado por JCM às 09:25 | link do post | comentar | favorito

O Planeamento da Mobilidade Ciclável de Lazer em municípios da RIA DE AVEIRO (2007-2012)

 

comunicação efectuada no IX Congresso Ibérico 'A bicicleta e a cidade'




publicado por JCM às 09:00 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 25.06.10
Open publication - Free publishing - More universidade
http://cicloria.blogs.sapo.pt/



publicado por amigosdavenida às 13:56 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 05.02.10

link



publicado por JCM às 19:17 | link do post | comentar | favorito

Sábado, 21.11.09

PR ELOGIA APOSTA NO TURISMO AMBIENTAL NA MURTOSA (SIC)

http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/noticias-pais/2009/11/pr-elogia-aposta-no-turismo-ambiental-na-murtosa21-11-2009-1329.htm

 

CAVACO SILVA DIZ QUE APOSTA NO TURISMO AMBIENTAL CRIA EMPREGO PARA OS MAIS JOVENS (TSF)

http://www.tsf.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=1427053

 

PR VALORIZA APOSTAS DA MURTOSA (EXPRESSO)

http://aeiou.expresso.pt/pr-valoriza-apostas-da-murtosa=f548849

 

CICLOVIA DA RIA (RTP)

http://tv1.rtp.pt/noticias/index.php?t=Cavaco-Silva-visita-escola-e-empresas-que-apostam-na-inovacao.rtp&headline=20&visual=9&article=297011&tm=9

 

PRESIDENTE DA REPÚBLICA TERMINA ROTEIRO DAS COMUNIDADES LOCAIS INOVADORAS (TVI)

http://www.tvi24.iol.pt/politica/cavaco-silva-educacao-tvi24-roteiro-presidente-da-republica/1104868-4072.html

 

A MURTOSA É HOJE UM BOM EXEMPLO QUE DEVE SER APRESENTADO AO PAÍS DE INOVAÇÃO AMBIENTAL (PÚBLICO)

http://www.publico.clix.pt/Educação/cavaco-destaca-educacao-como-ferramenta-para-subir-a-escada-da-vida_1410800

 

PROJECTOS NA ÁREA DO TURISMO DE NATUREZA INCENTIVADOS PELO PRESIDENTE DA REPÚBLICA (NOTICIAS DE AVEIRO)

http://www.noticiasdeaveiro.pt/?c=noticiario&i=4612 

 

 

INFORMAÇÃO SOBRE PROJECTOS VISITADOS PELA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, MURTOSA 21NOV.

http://cicloria.blogs.sapo.pt/14574.html

 

PROJECTO CICLORIA (CM MURTOSA, OVAR, ESTARREJA E UNIVERSIDADE DE AVEIRO)

http://cicloria.blogs.sapo.pt/

 



publicado por JCM às 17:08 | link do post | comentar | favorito

 

 

 

mais informações aqui

 

 


tags:

publicado por JCM às 16:01 | link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 19.11.09

http://www.presidencia.pt/?idc=24&idt=37

'O Presidente da República realiza nos dias 20 e 21 de Novembro a 1ª Jornada do novo Roteiro das Comunidades Locais Inovadoras, que decorrerá no espaço geográfico entre o Douro e o Vouga, com deslocações a Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Murtosa e Estarreja.

Mobilizar a capacidade inovadora dos Portugueses é uma das tarefas decisivas para ultrapassar a difícil e preocupante situação económica e social em que Portugal se encontra e combater as persistentes desigualdades territoriais do desenvolvimento.

As comunidades locais podem dar um contributo significativo não só para superar os problemas sociais gerados pela crise económica e financeira, mas também para o aumento da riqueza e para a criação de emprego. De Norte a Sul do País é possível encontrar, a nível local, respostas inovadoras aos desafios colocados pela crise através de iniciativas que merecem ser divulgadas e devidamente acarinhadas e estimuladas.

Trata-se de respostas que poderão assumir-se como exemplos susceptíveis de despertar e mobilizar o potencial de iniciativa e de criação dos portugueses, das suas comunidades locais e das suas organizações.

Num cenário de grande incerteza quanto ao futuro o Presidente da República quer contribuir para que os portugueses ganhem confiança na sua capacidade de vencer as dificuldades e tomem a iniciativa de traçar o seu rumo usando os seus talentos, a sua coragem e a sua imaginação criativa. A melhor maneira de o fazer é mostrar os bons exemplos, é dar a conhecer os casos reais que fizeram o seu caminho e que podem ajudar muitos outros, contrariando a tradicional atitude de resignação.

Neste contexto, são objectivos do Roteiro das Comunidades Locais Inovadoras:

1. Incentivar as comunidades locais a participarem activamente na recuperação económica do País, através do fortalecimento da base produtiva dos municípios e da capacidade competitiva das pequenas e médias empresas para actuar nos mercados externos.

2. Evidenciar a capacidade das comunidades locais para desenvolver acções solidárias e cooperativas visando o apoio aos seus membros mais vulneráveis ou atingidos pelo desemprego.

3. Dar visibilidade e estimular iniciativas e projectos que, pela sua capacidade inovadora nos domínios económico, empresarial, social, cultural ou ambiental, contribuem para a melhoria das condições de vida das comunidades locais em que se inserem e para a valorização dos recursos próprios (naturais, humanos, patrimoniais, sociais e culturais).

4. Incentivar os agentes locais – políticos, económicos, cívicos, sociais e outros – a agirem como actores da mudança, procurando soluções inovadoras para os problemas que as respectivas comunidades locais enfrentam e favorecendo o empreendedorismo, em particular dos mais jovens.

5. Contribuir para a difusão dos bons exemplos e das boas práticas de inovação existentes no País e incentivar a cooperação entre agentes e comunidades, de forma a disseminar no território os impulsos de desenvolvimento inovador e sustentável, e reforçar a confiança dos Portugueses na sua própria capacidade de resolver os problemas do País'.


Consulte aqui o Programa Completo da 1ª Jornada do Roteiro das Comunidades Locais Inovadoras

Murtosa

Cicloria

Estarreja



publicado por amigosdavenida às 19:25 |
editado por JCM às 19:29link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 18.11.09

CAVACO REALIZA ROTEIRO COMUNIDADES LOCAIS INOVADORAS (SOL)

'O Presidente da República realiza sexta-feira e sábado a primeira jornada do novo Roteiro das Comunidades Locais Inovadoras, com o qual pretende dar o seu contributo para a recuperação económica e social do país ... A manhã de sábado será toda passada no concelho da Murtosa, onde se falará sobre inovação ambiental. Além de um passeio pela ciclovia da Ria, o Chefe de Estado irá ainda conhecer a escola básica e secundária local e a empresa Aquacria'.

notícia SOL



publicado por amigosdavenida às 13:53 |
editado por JCM às 13:57link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 22.10.09

Turismo ciclável em Portugal

Autarquias e UA apresentam o projecto «Cicloria»

Notícia aqui

Site/Blogue do Projecto 

Site/Blogue Conferência

 



publicado por JCM às 00:23 | link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 15.10.09


publicado por JCM às 19:46 | link do post | comentar | favorito

Domingo, 17.05.09

A Murtosa é um interessante caso de estudo para a temática da bicicleta.

O projecto "Murtosa Ciclável", desenvolvido pela Universidade de Aveiro no âmbito do Projecto da Mobilidade Sustentável promovido pela Agência Portuguesa do Ambiente , foi apresentado recentemente em dois colóquios científicos internacionais - Newcastle 27ABR09 - European Module on Spatial Development Planning e Porto 15MAI09 - "Planning in times of uncertainty".

Mais informações aqui - http://murtosaciclavel.blogs.sapo.pt/15148.html



publicado por amigosdavenida às 21:51 | link do post | comentar | favorito



publicado por amigosdavenida às 21:43 | link do post | comentar | favorito

Domingo, 19.04.09

O projecto Murtosa Ciclável teve hoje um momento alto com a realização da Primavera Ciclável

Aqui ficam alguns registos dos principais momentos...


(o convite foi amplamente divulgado)

 

(e dirigido, em particular, aos proprietários das pasteleiras - esta, em particular, fazia hoje quarenta anos de registo)


(o convite foi também endereçado à indústria da região - fizeram-se representar no certame a ORBITA e a RODI)


(a Murtosa tem uma forte comunidade que se envolve nestas iniciativas de forma muito intensa e peculiar - a D.ª Maria da Glória Cruz produziu estes belos versos sobre o tema)

De Aveiro veio uma notável bicicleta  (articulada, hipociclo?)  imaginada e concebida pelo Tio João (Maio) um inventor de Aveiro - mecânico autodidata, contabilista de profissão - que deveria justificar uma atenção especial por quem se preocupa e estuda a inovação. Esta é uma das suas várias invenções (na foto um filho do Tio João Maio).


Esta bicicleta é comercializada na sua oficina - Reparadora de Santa Joana)

(a bicicleta foi uma das atracções da festa)

...



publicado por amigosdavenida às 19:52 | link do post | comentar | favorito

Outro exemplar da bicicleta produzida pelo Tio João Maio (Aveiro)

 

 

(e com esta  funcionalidade particular - uma bicicleta com descanso que permite funcionar como aparelho de ginástica)

 

 (este é um dos exemplares mais antigos - uma bicicleta do início do século XX - cedida pela empresa RODI para este evento)


(estes dois exemplares, também muito antigos, com a particulariedade de terem um gazómetro, foram cedidas pelo Rancho Folclórico Beira Ria do Bunheiro) 


(alguns dos participantes nesta festa vieram vestidos a rigor)



publicado por amigosdavenida às 19:29 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 08.04.09

 

Mais informações aqui

 



publicado por amigosdavenida às 13:59 | link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 06.04.09


publicado por amigosdavenida às 21:59 | link do post | comentar | favorito

 

Em família

(Público - Fugas 4ABR09) 

 

Há flamingos na Murtosa

Não há outra maneira de dizer isto, nem valem a pena eufemismos ou introduções: há flamingos na Murtosa, e isso é uma excelente notícia. Temos de começar por aqui, porque sabemos que esta notícia não é coisa pouca. Mesmo os mais distraídos saberão que não é comum encontrar estas aves migratórias no Norte de Portugal - aliás, estamos mais habituados a pensá-los em África, ou na América do Sul, mas eles também vivem nos estuários do Tejo e do Sado. Pois parece que agora não estão apenas de passagem pela ria de Aveiro, mas que se instalaram na margem esquerda, ao longo do percurso ribeirinho da Murtosa, acrescentando um argumento de peso no já vasto rol de motivos para visitar o percurso desenhado pelo projecto NaturRia.
O percurso tem já quilómetros, numa estrada que sempre lá esteve, e faz parte da mobilidade da região. Mas desde Setembro que foi transformado num traçado misto que, pela sua planura, é cem por cento ciclável. Se as bicicletas ganham um aceitável protagonismo, nada contraria as boas intenções que surjam para realizar o passeio a pé, ou mesmo de carro (ok, desta vez deixa-se passar, mas só se os acompanhantes mais novos do passeio forem demasiado pequenos para pedalar dez quilómetros, ou haja intenção de fazer um opíparo piquenique, cujos víveres ocupem mais de metade da bagageira do automóvel).
Preferencialmente a pé, ou de bicicleta - até porque são modos bem menos perturbadores do habitat natural que pretendemos visitar -, a única coisa obrigatória para tirar um melhor partido deste passeio é a paragem nas placas explicativas que existem ao longo do percurso, e que disponibilizam informações temáticas que muito enriquecem a jornada.
A Primavera já chegou oficialmente - apesar de as temperaturas que se têm sentido até já terem feito lembrar o Verão -, está mais do que na altura de tirar as sapatilhas do armário, as bicicletas da arrecadação, e, já agora, para quem os tiver, os binóculos da gaveta. Eles poderão dar jeito, entre outras coisas, para ver as limícolas, as pequenas aves pernaltas que se alimentam nos limos das margens.
A natureza é tão perfeita que as criou com tamanhos de bicos diferentes, e é possível ver pilritos, maçaricos, mas também borrelhos (por aqui há muitos da espécie borrelho-de-coleira-interrompida, já que se reproduz na ria e por lá vive todo o ano), gaivotas, garças, patos e muitas outras aves a alimentarem-se nas vazas das marés, com cada espécie a retirar nas vazas o seu alimento a profundidades diferentes.
Quando a Fugas por lá andou, numa radiosa manhã de Março, não precisou de binóculos para assistir a uma das mais bonitas coreografias que é possível desenhar no céu, tendo o corpo de baile sido um numeroso bando de flamingos. A culpa foi de um avião que sobrevoava ria a pequena altitude e fez levantar o bando. Mas o resultado foi uma sincopada dança nos céus, tão bonita quanto indescritível.
O voo dos flamingos, por si só, já valeria a deslocação à Murtosa. Mas é mais do que justo referir que nem que eles por lá não andassem haveria razões de sobra para justificar o passeio. Que os flamingos não nos ouçam - foi tão difícil tê-los por cá que ninguém quer que eles se vão embora. Explica-nos o biólogo Rui Brito que os flamingos são de tal modo exigentes no seu habitat que só a qualidade das intervenções que têm vindo a ser feitas, a nível supramunicipal, permitiu uma presença mais intensiva destas aves. Deixemo-los, então, sossegados e vamos agora aos outros argumentos.

Moliceiros e outros barcos
Até agora só falamos de aves - e são muitas e variadas as que se podem avistar durante o percurso - e ainda não é desta que as vamos abandonar. Porque as gaivotas que vivem pela região merecem referência, sobretudo nesta altura, em que se vestem de plumagens nupciais. Não é eufemismo: é mesmo o termo técnico que, por exemplo, veste actualmente o guincho comum, que começa a surgir com a cabeça preta...
Gaivotas, garças, cegonhas, maçaricos e pilritos, fuinhos dos juncos e borrelhos - todas espécies avistadas pela Fugas durante a sua visita, mas há mais por lá... até morcegos e corujas, garantem-nos. Esta insistência nas aves não é forçada - não é por acaso que a ria de Aveiro é Reserva Ecológica Nacional, e é internacionalmente reconhecida como Zona de Protecção Especial para as Aves na Rede Natura 2000.
Se não tiver conhecimentos aprofundados de Botânica e Biologia, as placas temáticas que foram colocadas ao longo do percurso tratarão de lhe dar as informações essenciais e lhe apontar os factos mais curiosos - às vezes eles estão debaixo do nosso nariz e não reparamos neles. Textos simples, bem ilustrados, e que permitem saber, por exemplo, que há mais de 40 embarcações diferentes que percorrem a ria. O moliceiro é, justamente, um dos mais conhecidos, mas ao longo do percurso, e com as paragens nos cais da Bestida, da Mamaparda, e mesmo na Ribeira de Pardelhas (pertíssimo do centro da Murtosa), poderá conhecer e cruzar-se com muitas mais embarcações.
Um dos aspectos mais relevantes deste projecto - e que o tornam altamente recomendável para ser feito em família - é a possibilidade de o calcorrear em estreita ligação com a população local, nos seus trabalhos agrícolas ou na sua actividade pesqueira (na apanha de crustáceos, bivalves ou da chamada "bicha" para a pesca).
Cada vez que for fazer o passeio, terá, com certeza, uma experiência diferente. E é por isso que vale a pena fazê-lo. Muitas vezes. Até porque ele tem uma grande e luxuosa vantagem nestes longos dias de crise económica: só precisa de usufruir e respeitar a natureza, não lhe vão pedir dinheiro nenhum de entrada.

Como ir
Pela A1, vindo de Lisboa, a saída de referência é a número 17, com indicação de Oliveira de Azeméis/Ovar/Estarreja; quem vem do Norte, pode optar pela A29 e sair na saída de Estarreja, tendo a vila de Murtosa como destino - está sinalizada. O percurso pode ser iniciado na Ribeira Nova, muito perto do centro da vila da Murtosa, ou, quem segue em direcção à Torreira, parar o carro antes de passar a Ponte da Varela, iniciando aqui o trajecto.

 



publicado por amigosdavenida às 14:00 | link do post | comentar | favorito

Domingo, 29.03.09

A Câmara Municipal da Murtosa levará a efeito, no próximo dia 19 de Abril, pelas na Ribeira de Pardelhas, um evento denominado “Primavera Ciclável”, onde, para além de outras actividades, está previsto um Encontro/Exposição de bicicletas antigas.

Assim sendo, convidam-se todos as pessoas que possuam bicicletas antigas – as chamadas “pasteleiras” – para que as tragam consigo à Ribeira e participem nesta actividade de promoção da bicicleta, inserida nas dinâmicas do Projecto Murtosa Ciclável.

Mais informações CMM



publicado por amigosdavenida às 15:48 | link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 16.02.09

notícia no Notícias de Aveiro

Murtosa quer ser “porta de entrada” da mobilidade sustentável

Ciclovias e infra-estruturas de apoio ao lazer estão a ser criadas na zona ribeirinha do concelho.

 



publicado por amigosdavenida às 22:13 | link do post | comentar | favorito

Sábado, 22.11.08

Realizou-se ontem, em Viseu, o 1.º Fórum Técnico Regional sobre Ecopistas. Tratou-se de uma iniciativa promovida pela REFER e pela CM Viseu. Em termos gerais "este fórum pretendia avaliar e explorar o potencial que as Ecopistas assumem enquanto infra-estrutura ao serviço da promoção do desenvolvimento territorial, patrimonial e turístico"... e pretendia, ainda,  "envolver os responsáveis políticos, decisores locais e população em geral numa aposta firme e conjunta na valorização, preservação e revitalização do património nacional, sendo dado particular enfoque à região envolta às linhas do Dão, do Vouga e do Mondego".

Foram apresentadas várias experiências nacionais e internacionais de promoção de mobilidade ciclável. Um dos exemplos apresentados foi o projecto de mobilidade sustentável da Murtosa (link).

...

Uma das questões debatidas foi a necessidade da região Baixo-Vouga/Dão Lafões aproveitar as suas condições naturais para se afirmar como uma região de referência na promoção (inovadora e criativa) dos modos suaves. 




publicado por JCM às 12:40 | link do post | comentar | favorito


SOBRE CIDADES, CIDADANIA, O FUTURO E AVEIRO. UM BLOGUE EDITADO POR JOSÉ CARLOS MOTA
VISITAS
GRUPO FB 'PENSAR O FUTURO - AVEIRO 2020'
2013-01-04_2204.png
ADESÃO À MAILING-LIST 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'

GRUPO 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'
AUTOR
E-mail Gmail
Facebook1
Facebook2
Twitter
Linkedin
Google +
QUORA
JCM Works
Slideshare1
Slideshare2
Academia.Edu
FOLLOW
G. Analytics
links
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
MAPA
Facebook
Partilhar
arquivos

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008