Terça-feira, 20 de Abril de 2010

Sobre o assunto da ponte pedonal o NAAV tomou esta posição pública.

Cumprimentos

JCM

>

Noticia JN

'A localização da ponte pedonal que a Câmara quer construir sobre o canal central, ligando o Rossio ao Alboi, é contestada pelo Núcleo de Aveiro da Ordem dos Arquitectos (NAAV). "A cidade não reclama aquele atravessamento", diz o presidente do NAAV.

"É apenas uma vontade política porque a cidade não reclama aquele atravessamento", afirmou, ao JN, Ricardo Vieira de Melo, presidente do NAAV sobre a decisão da Câmara de Aveiro de construir uma ponte pedonal sobre o canal central, ligando o Rossio ao bairro do Alboi na margem sul.

"Obriga à construção de rampas com cerca de 50 metros de extensão (quase um terço da frente do canal central), as quais constituirão uma barreira visual de grande presença", afirma um comunicado agora tornado público do NAAV sobre a construção da nova travessia na zona nobre da cidade de Aveiro e que tem já merecido contestação de grupos de cidadãos, caso dos Amigos da Avenida como ainda no Facebook, na Internet. O NAAV salienta que a "cota altimétrica que se propõe para a ponte (mais de três metros de altura) também é motivo de preocupação face ao enquadramento urbano daquele troço do canal central".

"Não se compreende porque não está a ponte onde o Programa Polis (instrumento de planeamento em vigor) previa o novo atravessamento, no extremo noroeste do jardim do Rossio", afirma o NAAV, que não entende "o que se vai ganhar com o atravessamento naquele lugar, uma vez que não vai potenciar nenhuma requalificação da margem poente/norte do Alboi (lado norte do cais do Paraíso) - essa sim, a precisar de qualificação urgente".

O órgão representativo dos arquitectos aveirenses afirma que "também não se percebe a urgência do atravessamento suportado por um Parque da Sustentabilidade que também nada de novo trará à cidade porquanto já existindo, não promove valências que o tornem atractivo como atravessamento pedonal privilegiado".

Ricardo Vieira de Melo, que lamenta que não tenha havido uma discussão pública atempada disse, ao JN, que a posição do NAAV foi comunicada à Câmara.

"Esta não é a opção mais feliz", disse, exemplificando com a foto em que mostra o que irá ser a visão, com a ponte, do canal central'.



publicado por amigosdavenida às 18:39 | link do post | comentar | favorito

SOBRE CIDADES, CIDADANIA, O FUTURO E AVEIRO. UM BLOGUE EDITADO POR JOSÉ CARLOS MOTA
GRUPO FB 'PENSAR O FUTURO - AVEIRO 2020'
2013-01-04_2204.png
ADESÃO À MAILING-LIST 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'

GRUPO 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'
AUTOR
E-mail Gmail
Facebook1
Facebook2
Twitter
Linkedin
Google +
QUORA
JCM Works
Slideshare1
Slideshare2
Academia.Edu
links
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
arquivos

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008