Sexta-feira, 27 de Maio de 2011

A Avenida de Aveiro!

Décadas passadas, de todas as avenidas  que existem em Aveiro, a única que preserva o valor e a dignidade de projecção além fronteiras, é a Avenida Lourenço Peixinho.

Uma artéria da cidade, na malha urbana densamente povoada em zona central, mantêm hoje um segmento histórico que não se adequa à imagem projectada em décadas, as mesmas que assistiram ao desaparecimento das pessoas e à fixação do automóvel. Mesmo taxado, por aqui continua; os que não estacionam, passeiam-se cima a baixo ou simplesmente atravessando a cidade; sim, uma artéria da cidade histórica que ao longo dos anos, viu a sua utilidade remetida a zona de passagem e de atravessamento.

O futuro!

O futuro da Avenida passa pelas pessoas, não somente as que passam e passeiam, mas as que usufruem: do espaço, das dinâmicas comerciais, das zonas de lazer, das zonas urbanas, do mobiliário urbano, espaços verdes, tecnologia, serviços de proximidade; assumir-se-á um contexto de inovação e de competitividade.

Um espaço urbano agradável, que convive, interage e potencia a permanência de cidadãos.

Uma Avenida histórica, deve no momento em que se equaciona a mudança, de ser capaz de ler no seu percurso os erros e as fracas politicas de ordenamento do território.

A mobilidade na Avenida, deve fazer-se num futuro próximo, num único sentido; deve acabar toda a zona de estacionamento, permitindo somente estacionamento pontual para carga e descarga de materiais e produtos para abastecimento das unidades comerciais ali presentes. O estacionamento dará lugar à duplicação do actual passeio pedonal, e neste, espaços de lazer e descanso, como esplanadas e bancos de apoio.

Espaços verdes, luz e tecnologia, serão os factores de atractividade. A Avenida deverá estar na moda; deverá ser moda.

Estar na moda, porque vai apoiar-se em 30 anos de história aveirense; e deverá ser moda, porque saberá que nos próximos 30 anos as pessoas vão deixar de gastar aquilo que não têm e vão privilegiar o contacto pessoal de uns com os outros; espaços públicos de reunião e confronto de ideias; serão mais exigentes, mas decididos mais informados e mais capazes; tão capazes como o espírito aveirense que perdura no legado de homens e mulheres valentes.

A Avenida é das pessoas e deve-lhes ser devolvida. O automóvel deve remeter-se aos espaços criados na periferia, e deve ser dado privilégio aos transportes públicos e às novas tecnologias de mobilidade.

Na impossibilidade de manutenção das fachadas originais, devem ser catalogadas medidas apertadas e uniformes de intervenção. Deve ser identificada a traça da Avenida, e sobre ela gizar-se-á a recuperação do edificado que o tempo ditará.

Habitação, comercio e serviços alinhavam o futuro da Avenida, que tem as pessoas como pano de fundo. A Avenida será das pessoas e de toda uma dinâmica de cidade, própria da malha urbana central.

Artur Salvador


tags:

publicado por JCM às 22:00 | link do post | comentar | favorito

SOBRE CIDADES, CIDADANIA, O FUTURO E AVEIRO. UM BLOGUE EDITADO POR JOSÉ CARLOS MOTA
GRUPO FB 'PENSAR O FUTURO - AVEIRO 2020'
2013-01-04_2204.png
ADESÃO À MAILING-LIST 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'

GRUPO 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'
AUTOR
E-mail Gmail
Facebook1
Facebook2
Twitter
Linkedin
Google +
QUORA
JCM Works
Slideshare1
Slideshare2
Academia.Edu
links
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
arquivos

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008