Quarta-feira, 16 de Novembro de 2011
[texto de opinião de Joaquim Pavão, publicado hoje no Diário de Aveiro]
               
                Das razões:
 
Levam-me a escrever considerações várias. Leva-me ao desabafo o deserto que a esperança habita neste momento. A seriedade, os homens sérios, as questões sérias não serão um profundo contributo para a discussão democrática e construção plural. Sabe, Excelentíssimo Presidente da Câmara Municipal de Aveiro, Dr. Élio Maia, eu não gosto muito da palavra sério. Apenas porque é vazia. Pode um homem sério ficar escravo de ideias vazias? Pode. Portanto a seriedade ou a falta dela não constitui por si só o fundamento para criticar a acção do cidadão. Na defesa de decisões politicas que nos afectam a todos, apenas a racionalidade na consciência social/política interessa. Penso que a utilização do gosto como principal aliado, refugiando assim a insensatez num discurso demagógico, leva a duas constatações presentes na entrevista publicada nos media. A irracionalidade e desrespeito pela verdadeira natureza que o cargo de presidente da autarquia acarreta. Esta verdade, raciocínio parece-me insofismável. Nesta altura de crise ideológica, social, económica profunda, enquanto cidadão, estas razões para além da afronta cívica e humana que a entrevista provocou, despoletou a constatação de uma imoralidade e como tal ingredientes catalisadores do meu desabafo.
 
                Da democracia:
 
O Dr. Élio Maia parece confundir, deturpar e ostracizar alguns pontos inerentes a uma honesta postura e defesa do cargo que ocupa. O primeiro ponto gritante e imoral é, com a seriedade que lhe é apanágio, não enquadrar a crítica democrática e muito menos procurar construir com ela. Acredita que as eleições são uma espécie de carta-branca onde o voto confere uma atitude insensível ao votante. O Dr. Élio Maia, meu representante democrático, acha que não sou sério. Eu, o cidadão que tento ajudar, contribuir e pensar a cidade que habito. O Dr. Élio Maia diz que não está disposto a cumprir o mais básico requisito do cargo que lhe pago. Diz que só ouve se existir legitimação institucional. Sabe, Dr. Élio Maia eu votei, pago impostos, sou cidadão Português. Da última vez que tomei conta a democracia ainda estava em vigor. Que mais legitimação preciso? Os Amigos d’Avenida são cidadãos, meu caro Dr. Élio Maia. São legitimados pelo sistema que o nomeou nosso representante. A seriedade com que o afirma apenas aumenta a gravidade das palavras que profere. O Dr. Élio Maia não quer representar ninguém, quer institucionalizar os mecanismos democráticos. Sabe Dr. Élio Maia, neste país há 40 anos era assim. Se não encontra disposição para aceitar os aborrecimentos do cargo, seja sério Dr. Élio Maia. Se não sabe o que responder, como responder, se se sente perdido seja sério Dr. Élio Maia.
 
                Da Ponte:
 
Depois de toda a racionalidade com que um grupo de cidadãos lhe apresentou dúvidas e questões, o Dr. Élio Maia vem apenas reafirmar que a construção de uma ponte é apenas uma questão de gosto. Mas fá-lo com seriedade, pois nada mais se pode esperar de si. O que é sério na barbárie que defende? O facto de estar disposto a excluir a racionalidade com que representa a cidade? Não entregar uma única ideia que possa defender a sua construção? Esbanjar o dinheiro (nosso) em prole do gosto do executivo? Lançar a ideia de 80% de contribuição europeia é uma espécie de dinheiro do vizinho? Caro Dr. Élio Maia é um homem sério que brinca com a nossa economia, hipoteca o nosso futuro e encerra em si qualquer hipótese de diálogo racional, pois com demagogia e “galinhas” não encontra um futuro para os cidadãos. Com seriedade, procura o recreio, um jogo de ignorâncias onde com o nosso dinheiro, o suor do nosso trabalho é utilizado em prole de um deserto de ideias, uma ausência de objectivos, ao sabor do gosto. Mais grave, quando o gosto é do executivo. Nem aí, o cidadão que representa entra. O Dr. Élio Maia, homem sério, responde desviando a atenção do que é importante. Ouve sem escutar, recebe sem de facto receber. Será por isso Dr. Élio Maia que lhe peço racionalidade, em vez de seriedade. Cumpra o mais básico fundamento do cargo que lhe pago enquanto cidadão.
.
Joaquim Pavão
.
[ler outros contributos] 
1.
A PROPÓSITO DA LEGITIMIDADE DOS AMIGOSD'AVENIDA
http://amigosdavenida.blogs.sapo.pt/689353.html
2.
Câmara avança com ponte polémica sobre a ria (Expresso)
http://aeiou.expresso.pt/aveiro-camara-avanca-com-ponte-polemica-sobre-a-ria=f684658
3.
ANDE UM POUCO MAIS A PÉ, POUPE-NOS UM MILHÃO DE EUROS!
http://amigosdavenida.blogs.sapo.pt/688144.html


publicado por amigosdavenida às 14:00 | link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



SOBRE CIDADES, CIDADANIA, O FUTURO E AVEIRO. UM BLOGUE EDITADO POR JOSÉ CARLOS MOTA
GRUPO FB 'PENSAR O FUTURO - AVEIRO 2020'
2013-01-04_2204.png
ADESÃO À MAILING-LIST 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'

GRUPO 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'
AUTOR
E-mail Gmail
Facebook1
Facebook2
Twitter
Linkedin
Google +
QUORA
JCM Works
Slideshare1
Slideshare2
Academia.Edu
links
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
arquivos

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008