Terça-feira, 13 de Novembro de 2012


Gostaria de prestar uma singela homenagem ao colectivo alargado de cidadãos que durante dez meses ofereceu o seu esforço e dedicação à nobre causa da defesa cívica da cidade e à crítica a um projecto que poderia ser lesivo do seu futuro, a construção da ponte pedonal no canal central. 
O colectivo tem rostos e nomes que nem sempre aparecem e que merecem ser referidos e recordados. Cito: Alexandra Monteiro, Ana Catarina Souto, Ana Vasconcelos, Artur Figueiredo, Carlos Naia, Celso Santos, Clara Sacramento, Cristina Perestrelo, Filipa Assis, Gaspar Pinto Monteiro, Gil Moreira, Gustavo Tavares, Gustavo Vasconcelos, Ilídio Carreira, João Martins, Joaquim Pavão, Jorge Miguel, Manuel Oliveira de Sousa, Manuel Pacheco, Manuela Cardoso, Margarida Cerqueira, Maria Manuela Melo, Mariana Delgado, Paulo Lousinha, Paulo Marques, Sara Biaia, Sara Ventura da Cruz, Sónia Fidalgo, Teresa Castro, Tiago Castro, Violeta Ferreira, as centenas de cidadãos que estiveram presentes nos eventos públicos, os 1.711 das redes sociais, os 3.532 que subscreveram a petição, todos os outros que silenciosamente partilharam as nossas preocupações.
Nestes quase dez meses de actividade, este colectivo trocou, entre si, mais de 1.200 mensagens, enviou milhares de mensagens, organizou quatro sessões públicas presenciais e dezenas de reuniões preparatórias, protagonizou uma petição pública, produziu um parecer técnico-jurídico enviado às instituições com responsabilidades no ambiente e ordenamento do território, desenvolveu uma petição enviada ao primeiro-ministro, ministro da economia e ministra do ambiente. Falou com dezenas de interlocutores institucionais. Por último, contou com a notável (e decisiva) colaboração cívica da Doutora Fernanda Paula Oliveira na produção do memorando jurídico que identificou ‘fundadas dúvidas quanto à legalidade do processo e das decisões em causa’.
O esforço desenvolvido deixou vários frutos. Descobriu-se o enorme potencial mobilizador da memória colectiva, em particular no que se refere ao canal central da ria (‘o coração da cidade’), mostrou-se a importância e obrigatoriedade de criar consensos prévios e de envolver os cidadãos nas decisões sobre o futuro da cidade, e exigiu-se uma postura crítica sobre a necessidade de sensata aplicação de recursos públicos. Mas fez-se mais, mostrou-se o enorme poder dos grupos de cidadãos com causas, organização, postura fundamentada e persistência. 
O levantamento do ‘cerco’ no Rossio termina um ciclo, os cidadãos desafiaram o destino e (contra todas as expectativas) conseguiram mudá-lo. Se todos aprendermos bem a lição podemos tornar a fazê-lo. É só querer!
Abraço
JCM



publicado por JCM às 23:24 | link do post | comentar | favorito

SOBRE CIDADES, CIDADANIA, O FUTURO E AVEIRO. UM BLOGUE EDITADO POR JOSÉ CARLOS MOTA
GRUPO FB 'PENSAR O FUTURO - AVEIRO 2020'
2013-01-04_2204.png
ADESÃO À MAILING-LIST 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'

GRUPO 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'
AUTOR
E-mail Gmail
Facebook1
Facebook2
Twitter
Linkedin
Google +
QUORA
JCM Works
Slideshare1
Slideshare2
Academia.Edu
links
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
arquivos

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008