Quarta-feira, 30.11.11

http://www.cetateatro.pt/

 

 


tags: ,

publicado por JCM às 18:21 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 29.07.09

"Em cada esquina um Amigo - José Afonso 80 anos"

Dia 2 de Agosto de 2009, 22h no CETA - Círculo Experimental de Teatro de Aveiro (entrada GRATUITA)

CETA e GPA (Grupo Poético de Aveiro) com o apoio da Livraria Buchholz Aveiro


Comemorar José Afonso, um imperativo de liberdade José Afonso nasceu em Aveiro, em 2 de Agosto de 1929. Há oitenta anos! Se o seu nome não é apenas património da nossa cidade, a nós Aveirenses cabe-nos uma responsabilidade maior na evocação e defesa do seu legado de liberdade. Aqui viveu «numa espécie de paraíso». Daqui partiu o «grande trovador moderno», como lhe chamou Manuel Alegre, para unir os «filhos da madrugada» numa roda de utopia, de esperança e alegria, para mobilizar e dar voz a todos os que sonham e lutam no dia-a-dia por um mundo livre, justo e solidário. Porque uma comemoração é uma comunhão, porque comemorar é lembrar em conjunto, o Grupo Poético de Aveiro (GPA) e o Círculo Experimental de Teatro de Aveiro (CETA) quiseram dar início às comemorações do 80.º aniversário do poeta-cantor de Grândola Vila Morena, em Aveiro, com um espectáculo de poesia e canto capaz de unir todos, novos e velhos, homens e mulheres, em torno da sua obra poético-musical. Comemoração e festa! É de festa, de celebração que falamos, não obstante as inúmeras dificuldades e incertezas do presente. Ou até por isso. Celebremos o poeta, o cantor, o compositor, o intérprete de grande sensibilidade que foi José Afonso. Festejemos a «inconfundível qualidade da sua voz». Festejemos José Afonso, o «trovador da inquietação», no dizer de Carlos do Carmo. Celebremos o companheiro, o cidadão, o amigo que veio por bem. Festejemos e demos as mãos em defesa do seu legado, que é feito de ternura e subversão, de liberdade e rebeldia, de contínuo aperfeiçoamento, de inconformismo com as injustiças e opressões dos senhores do mundo, de recusa do dogmatismo e do paternalismo, de desprezo pela intriga e pela inveja. Aproveitemos esta efeméride para conhecer melhor a obra de José Afonso como desafio para nos conhecermos melhor a nós mesmos. Ao longo de mais de 30 anos de actividade, José Afonso gravou 28 discos, abarcando vários géneros, do "fado de Coimbra" à "canção popular", da "balada" à "canção de intervenção". A obra de José Afonso - em boa medida ainda desconhecida - é referência natural para inúmeras bandas, músicos e escritores de canções dos nossos dias. Todavia, como afirma José Mário Branco, noutro contexto, «este tesouro» «teria sido um grande nome mundial da canção».

CETA e GPA com o apoio da Livraria Buchholz Aveiro

Para mais informações: www.cetateatro.pt ou info@cetateatro.pt



publicado por amigosdavenida às 16:21 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 25.06.09

 Foi você que pediu NADA? Não!? E se alguém o convidasse para ir ver NADA, para fazer NADA, aceitaria? Provavelmente esta é a proposta mais radical que terá recebido nos últimos tempos. É exactamente esta a sugestão que o CETA – Círculo Experimental de Teatro de Aveiro – lhe apresenta para dia 4 de Julho, às 21horas. Fazer uma visita ao NADA! Tal ida será certamente uma experiência única e absolutamente irrepetível. Ir até ao NADA, que é o Não-Lugar e o Não-Tempo, ou seja, aquilo que não existe absolutamente, é a utopia das utopias. É sem dúvida nenhuma o sonho de todos os cientistas e filósofos de todos os tempos. É a viagem mais alucinante que podemos imaginar, porque seria regressar ao momento anterior ao Big Bang, à criação do tempo, do espaço e do nosso universo. Alguém poderia, porventura, estar fora do tempo e do espaço que são as dimensões que formatam o nosso cosmos? Não, absolutamente, não! A proposta é precisamente essa: a visita ao impossível, ao absurdo, ao paradoxal, ao que não existe. Mas se não existe, logicamente não o poderemos visitar. Deixemos então a lógica de parte e visitemos os vários departamentos do Nada, ao seja: OS NADAS. O Nada remete-nos para a ausência, a falta de… O silêncio é a ausência de qualquer som, a escuridão é a total falta de luz, o vazio aquilo que se encontra sem conteúdo, o frio a inexistência de calor, o absurdo o sem sentido. Nós somos habitantes do SER. A não-existência aparece à luz de todas as filosofias como a mais absoluta imperfeição. Será mesmo? Tenho grandes dúvidas!

E você? Seria capaz de visitar o que não têm entidade ontológica? Seria, porventura, valente até ao ponto de suportar o NADA?

Outra questão: Se NADA irá acontecer porque razão devo ir? A resposta é simples: não deve ir! O espectáculo não estará ao seu dispor, apenas a ausência dele…apenas o NADA.

Este Festival Internacional do NADA pode ser lido desde vários pontos de vista: como uma provocação ontológica, como uma metáfora sócio-político-cultural, como uma reflexão intelectual sobre o mundo e/ou sobre a vida, como um simples divertimento erudito ou como o preenchimento de um espaço não ocupado pelo espectáculo. Faça a sua escolha! Todas elas são certas e erradas. Paradoxal? Claro! Sempre!

Agradecemos a sua presença para ver o que não existe, ou o absurdo, assim como agradecemos a sua ausência ou o teu NADA neste NADA induzido e assumido por nós!    

E o NADA, acontecerá no CETA no dia 4 de Julho pelas 21 horas!!!

 

CETA

http://www.cetateatro.pt/



publicado por amigosdavenida às 22:39 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 13.05.09

O CETA convoca todos os interessados em participar, para os dois acontecimentos seguintes:


1. Próximo Sábado dia 16 entre as 12h00 e as 13h00, Inauguração da exposição dos 50 anos do CETA na Loja do Cidadão.

Objectivos: Percorrer a Loja do Cidadão com roupas de peças do CETA durante uma hora. Local de encontro: CETA, às 11h00, para escolher e vestir as roupas.


2. Quinta-feira dia 21, às 21h00, pelas ruas da Cidade de Aveiro, espectáculo de Rua 'Caixa de Pandora', de António Morais.

Objectivos: Percorrer desde o Canal da Ria no Rossio, até à Praça Marquês de Pombal com vários acontecimentos que ........serão explicados numa reunião preparatória

Reunião preparatória de 'Caixa de Pandora' com todos os interessados: Segunda-Feira dia 18, pelas 21h00 no CETA


Cumprimentos,

CETA http://www.cetateatro.pt/


tags: ,

publicado por amigosdavenida às 13:00 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 08.05.09

Fados a Preto e Branco, hoje no CETA

http://www.cetateatro.pt/

 



publicado por amigosdavenida às 16:12 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 01.05.09

 

...

Mais uma grande actuação do António Morais (CETA).



publicado por amigosdavenida às 19:06 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 25.03.09

"O Dia Seguinte" e "O Urso" 
26 e 28 de Março - "O Dia Seguinte"
27 de Março - "O Urso"
2, 3, 4 e 30 de Abril - "O Urso" 
16, 17, 18, 23, 24 e 25 de Abril - "O Dia Seguinte"
1e 2 de Maio - "O Urso"
às 22h00m 
"O Dia Seguinte" - encenação de Rui Lebre 
"O Urso" - encenação de José Fino 
  

Nota: Para mais informações: info@cetateatro.pt ou tel. 234 425 497.
   
Saudações teatrais


publicado por amigosdavenida às 00:58 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 13.03.09

 

 

 


programa comemorativo do 50º aniversário do CETA 

Sexta, 13 de Março de 2009, 21:30  

 

“O URSO”  de Anton P. Tchecov  
“Uma comédia sobre a natureza humana, incidindo particularmente na metamorfose do ódio em amor na relação homem/mulher”  
 
Encenação de José Júlio Fino  
Assistente de encenação – Fernanda Maria  
Elenco:  
Viúva – Ana Amaro  
Urso – António Morais  
Mordomo – Silva Lau  
 
“O DIA SEGUINTE”  
Texto de Luiz Francisco Rebelo  
 “Entre o amor e a confiança, dois seres humanos amam-se até ao desespero”  
 
Encenação de Rui Lebre  
 
Elenco:   
Matilde – Catherine Oliveira  
Carlos – Manuel Sanches  
Juiz – Sérgio Bento  
Secretário – Nuno Sobral  
Filha – Catarina Cruz  
Filho – Álvaro Ramos  

 

   

 

 



publicado por amigosdavenida às 13:01 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 16.01.09

convite enviado aos Amigosd'Avenida

"O CETA-Círculo de Teatro Experimental de Aveiro, tem o prazer de vos convidar para a inauguração da exposição comemorativa do seu 50º aniversário, no Teatro Aveirense".


tags:

publicado por JCM às 13:50 | link do post | comentar | favorito


SOBRE CIDADES, CIDADANIA, O FUTURO E AVEIRO. UM BLOGUE EDITADO POR JOSÉ CARLOS MOTA
GRUPO FB 'PENSAR O FUTURO - AVEIRO 2020'
2013-01-04_2204.png
ADESÃO À MAILING-LIST 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'

GRUPO 'PENSAR O FUTURO DE AVEIRO'
AUTOR
E-mail Gmail
Facebook1
Facebook2
Twitter
Linkedin
Google +
QUORA
JCM Works
Slideshare1
Slideshare2
Academia.Edu
links
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
arquivos

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008